Botafogo: Fúria detalha reunião, pede demissão de Chamusca e estranha poder de Freeland

165 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Fúria e Vinicius Assumpção no Botafogo
Twitter/Fúria

A Fúria Jovem do Botafogo protestou nesta segunda-feira em frente ao Estádio Nilton Santos, cobrou a diretoria, pediu a demissão do técnico Marcelo Chamusca e conversou com o vice-presidente Vinicius Assumpção e jogadores.

Em nota oficial, a organizada detalhou como foi o protesto:

“Na tarde de hoje, a Fúria Jovem do Botafogo de forma pacífica realizou um protesto no Estádio Nilton Santos para cobrar os diretores o péssimo desempenho do time dentro de campo e de forma imediata pediu a demissão do aspirante a técnico Marcelo Chamusca.

Mais uma vez as pessoas que gerem o clube nos trataram com desprezo e desrespeito, nos fazendo esperar por cerca de 3 horas para conversar e mesmo depois desse tempo de espera nos fizeram acreditar que teríamos que esperar a vontade deles para nos receber.

Pela primeira vez nesses anos que acompanhamos Futebol vimos um diretor de futebol mandar mais que o VP Geral (Vinícius Assumpção), que por vezes dizia que liberaria nossa entrada e o Diretor de Futebol (Eduardo Freeland) dizendo que não íamos entrar assim não obedecendo a ordem do seu superior, mostrando assim a total falta de respeito com torcedor.

Por pressão alguns jogadores pararam e conversaram com a torcida demonstrando descontentamento com os atuais resultados e nós entendemos que eles são os menores culpados, a culpa e de quem contrata certos jogadores que não estão à altura do Botafogo de Futebol e Regatas.

Deixamos claro que sempre que houver algo de errado no clube independente de quem esteja a frente dele, cobraremos da forma que nós for possível”, escreveu a Fúria, no Instagram.

Fonte: Redação FogãoNET e Instagram da Fúria Jovem do Botafogo

Notícias relacionadas