Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Botafogo vendeu Caio Alexandre por R$ 13 milhões; volante teve bônus de R$ 2,35 milhões

46 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Caio Alexandre, ex-Botafogo, atuando pelo Vancouver Whitecaps
Arquivo pessoal

O balanço de 2020 divulgado pelo Botafogo nesta sexta-feira trouxe também detalhes de algumas negociações ocorridas já neste ano de 2021. E mostra que o volante Caio Alexandre recebeu um bônus de R$ 2,35 milhões na venda para o Vancouver Whitecaps, que disputa a Major League Soccer.

A transferência foi pelo valor de US$ 2,375 milhões – R$ 13,1 milhões na conversão. O Botafogo ficou com 70% deste valor (R$ 9,2 milhões aproximadamente), já que teve de pagar 10% (R$ R$ 1,31 milhão) à empresa “M13 Eventos” referentes à intermediação e 20% para Caio Alexandre.

O documento também detalha a negociação que levou o atacante Pedro Raul ao Kashiwa Reysol, do Japão. O valor da transferência foi de US$ 2,09 milhões (R$ 11,1 milhões), mas o Vitória de Guimarães (POR) ficou com 30%. Houve ainda pagamento de comissões a duas empresas: MMB Sports (R$ 930 mil) e Brio Pro (R$ 1,1 milhão). Assim, o Botafogo ficou com pouco mais da metade (51,63%, ou R$ 6,4 milhões).

Já na venda do volante João Paulo ao Seattle Sounders (EUA), o Botafogo teve de pagar 40% para o Santa Cruz correspondente à fração dos direitos econômicos e 10% de comissionamento. Assim, o Alvinegro recebeu US$ 500 mil (R$ 2,62 milhões), ou 50% do valor.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários