CEO do Botafogo foi contra chegada de Fernandão, defendida por Freeland

143 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Entrevista do CEO Jorge Braga, do Botafogo, em setembro de 2021
Reprodução/Premiere

Quem foi contra a contratação de Fernandão pelo Botafogo foi o CEO do clube, Jorge Braga. A informação é do repórter Venê Casagrande, do “O Dia”.

O diretor de futebol do Glorioso, Eduardo Freeland, por sua vez, defendeu a contratação do centroavante. Por causa da falta de consenso, a diretoria alvinegra acabou desistindo.

Fernandão receberia um salário bem abaixo do padrão este ano, e os vencimentos seriam reajustados dependendo da divisão que o Botafogo disputasse em 2022.

Além da questão financeira, o problema do doping também pesou para que o Botafogo voltasse atrás. Fernandão só poderia atuar em novembro, mas um novo julgamento poderia ser marcado, acarretando numa possível punição maior.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do repórter Venê Casagrande (O Dia)

Notícias relacionadas