Chamusca detona árbitro de Náutico x Botafogo: ‘Fez um monte de lambança e teve interferência total no resultado’

111 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marcelo Chamusca em Náutico x Botafogo | Série B do Campeonato Brasileiro
Reprodução/Botafogo TV

O técnico Marcelo Chamusca mostrou-se muito irritado com a arbitragem na entrevista coletiva após a derrota do Botafogo para o Náutico por 3 a 1. Para ele, a atuação do árbitro Wanderson Alves de Sousa (MG) teve total influência no resultado.

A arbitragem teve interferência total no jogo. Ele expulsou o Hélio dos Anjos (técnico do Náutico) sem motivo nenhum. Depois começou a aplicar cartão amarelo de maneira aleatória, sem nenhum critério. Foi horroroso na parte disciplinar – afirmou Chamusca, falando em seguida de outros lances cruciais:

No primeiro gol que sofremos não houve escanteio, quem chutou a bola foi o jogador do Náutico. No segundo tempo ele cometeu esse mesmo erro. O primeiro pênalti é de interpretação, mas tudo bem, mas o segundo… No segundo, a bola já tinha saído. Quando a bola sai o jogo para, é uma regra básica. E conseguiram marcar um pênalti que desequilibrou totalmente nossa equipe.

Marcelo Chamusca lembrou ainda o histórico do árbitro, que apitou a decisão do Campeonato Mineiro recentemente entre Atlético-MG e América-MG.

– Esse árbitro apitou a final do Campeonato Mineiro e conseguiu fazer lambança que os dois times ficaram insatisfeitos. Conseguiu apitar mal num jogo que tinha VAR. Um mês depois ele está apitando um jogo tão importante como Náutico x Botafogo e fazendo um monte de lambança.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas