Comentarista: ‘Botafogo precisa de técnico que dissipe nuvem e contagie ambiente’

14 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Paulo César Vasconcellos analisa Fluminense 2x0 Botafogo
Reprodução/SporTV

O comentarista Paulo César Vasconcellos avaliou a situação atual do Botafogo, com queda do técnico Marcelo Chamusca, recusa de Lisca e procura por um novo treinador. Para ele, o clube sofre com as consequências dos últimos anos e tem uma “nuvem” carregada em cima dele.

– O Botafogo cometeu nesses últimos dois anos alguns equívocos, principalmente porque a gestão anterior à do Durcesio (Mello) destroçou o Botafogo. Eduardo Barroca vinha fazendo bom trabalho no Brasileiro, houve um insucesso aqui, outro ali, a gestão demitiu. Ano passado, após derrota para o Cuiabá, Bruno Lazaroni também foi afastado – lembrou.

– A ideia de contratar Lisca era muito boa, porque antes de qualquer coisa é um bom treinador. Depois disso, sabe também como contagiar o ambiente. O Botafogo tem uma nuvem estacionada em cima dele e lá está escrito “vitimismo”, “derrota”, “juiz nos persegue”. O Botafogo precisa de alguém que dissipe essa nuvem, contagiando o ambiente. Por isso acho que o Lisca era um bom nome. Há outros? Há, mas a procura tem que ser criteriosa para não cometer erros. E quando definir o nome tem que ter convicção na escolha, coisa que na gestão anterior não houve muito – disse PC Vasconcelos, no programa “Seleção SporTV”.

Enquanto busca um novo técnico, o Botafogo terá como interino Ricardo Resende, treinador do sub-20.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas