Comentarista não vê ‘terra arrasada’ no Botafogo após derrota e lamenta ausência de Chay: ‘Não tem substituto’

10 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lédio Carmona analisa Operário 1x0 Botafogo
Reprodução/SporTV

Comentarista do SporTV, Lédio Carmona não viu “terra arrasada” no Botafogo após a derrota para o Operário-PR por 1 a 0 nesta quinta-feira, em Ponta Grossa. O Glorioso vinha de quatro vitórias seguidas com o técnico Enderson Moreira e agora vê a distância para o G-4 da Série B subir para quatro pontos.

– Não é terra arrasada para o Botafogo. Foram quatro vitórias seguidas e perdeu hoje fora de casa, é o primeiro jogo com Enderson em que o time sofre gol. Tem um jogo domingo contra o Brasil-RS e vai ter que compensar, para poder subir e colar no G-4. Uma hora essa invencibilidade teria que cair – afirmou Lédio durante o “Troca de Passes”, completando:

– O problema do Botafogo é o mesmo do Operário, não tem muita opção de elenco. O Enderson praticamente não mexeu no time em jogo nenhum, só tirou o Chay por desconforto muscular. Aí o nível cai no segundo tempo, as opções de troca são bem abaixo do razoável para o bom time titular que o Botafogo conseguiu montar com o Enderson.

Outro ponto que Lédio destacou foi a ausência de Chay, artilheiro da equipe na Série B. Para ele, a escolha de Enderson Moreira por adiantar Pedro Castro para preencher esta lacuna foi equivocada.

– Chay fez muita falta. É um bom jogador, dá intensidade, ajuda o Rafael Navarro, faz a ligação do meio com o ataque, e o Botafogo não tem um substituto para ele, um jogador com as mesmas características. O Pedro Castro é segundo volante, é lento, não tem intensidade. Achava que a melhor alternativa hoje era botar o Marco Antônio no meio e o Warley na ponta, ou jogar com dois centroavantes. O Botafogo não tem um jogador igual ao Chay – completou o comentarista.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas