Comentarista usa clássicos com Flamengo como base e destaca rápida mudança: ‘Existe outro Botafogo’

38 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Comentarista usa clássicos com Flamengo como base e destaca rápida mudança: ‘Existe outro Botafogo’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo, que começou o ano preocupante, em maio já dá esperanças para a torcida e vence o Flamengo em Brasília. O comentarista Paulo César Vasconcellos, no podcast “A Mesa” usou os clássicos para mostrar a rápida mudança.

– No dia 23 de fevereiro, Botafogo e Flamengo se enfrentaram, o Flamengo venceu com tranquilidade por 3 a 1. Daquele jogo para cá, o Botafogo teve Gatito, Daniel (Borges) e só (Kanu também). Nenhum outro jogador foi titular. Entre dizer que o Flamengo perdeu e que o Botafogo ganhou, prefiro dizer que o Botafogo ganhou. O Flamengo teve volume maior de oportunidades, mas uma equipe que se propõe a defender vai jogar no contra-ataque. Antes do gol perdido por David Luiz, há uma indecisão que você pode dizer provocada ansiedade de um jogador em formação, Matheus Nascimento, em um contra-ataque com quatro contra três, tenta definir, se toca para o lado direito poderia acontecer algo mais consistente. Aquele Botafogo que perdeu no dia 23 de fevereiro não existe mais, existe outro Botafogo. A saída do Gustavo Sauer e a entrada do Diego Gonçalves ainda no primeiro tempo, com 25 minutos, foi extremamente benéfica – exemplificou PC Vasconcellos.

O comentarista Paulo Vinícius Coelho destacou que o trabalho de Luís Castro já começa a mostrar resultados.

– O Flamengo não fez partida ruim, poderia ter empatado e até vencido. O Botafogo mostrou avanço enorme no time, você vê treino no jogo, nas inversões, compactação defensiva, saída de jogo, acerto de passes. Foi melhor no início. O time é muito bem treinado. Ainda é inferior ao Flamengo, que poderia venceu, mas não venceu. Tem a ver com capacidade do Botafogo de entender o jogo. A jogada do gol nasce em caminho óbvio para o Botafogo, as costas dos laterais, o Flamengo dá muito espaço pelos lados na recomposição defensiva. O Flamengo não jogou pessimamente, mas perdeu, o Botafogo venceu – completou PVC.

Fonte: Redação FogãoNET e podcast A Mesa (GE)

Notícias relacionadas