Pedido pela torcida, Lisca foi procurado pelo Botafogo em outubro quando estava no América-MG

21 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lisca, ex-América-MG, é alvo de Vasco e Botafogo para temporada 2021
Danie Hott/América-MG

Sem clube desde que pediu demissão do América-MG no mês passado, Lisca é um dos nomes mais falados pela torcida do Botafogo como possível sucessor de Marcelo Chamusca. Mas não faz muito tempo que ele foi procurado pela diretoria alvinegra.

Lisca admitiu que foi sondado pelo Botafogo em outubro do ano passado, após o Alvinegro ter demitido Bruno Lazaroni. No entanto, o treinador estava empregado no América-MG e decidiu permanecer, rejeitando convites de outros clubes também, como Coritiba e Cruzeiro.

– Quem está na zona de rebaixamento lembra de mim, isso é inevitável. Acho legal, até agradeço, mas esse ano estou no América-MG. Mas se eu estivesse em casa eu realmente teria abraçado uma dessas empreitadas. Eu teria, sabe? Mas como deu essa situação do América-MG, eu preferi cumprir – afirmou Lisca na época, em entrevista ao SporTV.

Sem conseguir trazer Lisca em outubro, o Botafogo apostou em Ramón Díaz, que nem chegou a comandar a equipe por conta de um problema de saúde. Seu filho e auxiliar, Emiliano Díaz, ficou à frente por apenas três jogos, antes de Eduardo Barroca – último técnico efetivo no rebaixamento em 2020.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas