Hélio de La Peña ‘confessa’ culpa por vice-campeonato do Botafogo na Copa do Brasil em 99

31 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Hélio de La Peña, torcedor do Botafogo
Reprodução/Samba Que é Gol

Ator, roteirista e humorista, Hélio de la Peña é torcedor do Botafogo e acredita ter sido o culpado pela perda do título da Copa do Brasil em 1999 para o Juventude. Foi o que disse ao cantor botafoguense Leo Russo, no canal “Samba Que é Gol”.

– Eu tenho a impressão que a culpa foi minha. Eu tenho que confessar que a culpa foi minha. Tenho que assumir. Naquele jogo, fui com minha mulher Ana e meu filho mais velho, o Quim, era 1999, era o único filho meu que já existia, do meu primeiro casamento. Estávamos em uma batalha, a família da mãe dele era flamenguista, então ele com sete anos, estávamos fazendo um trabalho pesado para trazê-lo. “Final do Copa do Brasil, é essa”. Fizemos todo um ritual, fomos na sede, bebemos água no Manequinho, fomos comer na Estrela do Sul, fomos para o Maracanã no ônibus da torcida, mas só que na churrascaria chegaram uns gaúchos, torcedores do Juventude. Quando me viram, queriam tirar foto comigo, o Casseta (& Planeta) estava bombando. Eu tenho uma superstição de não tirar foto com adversário antes do jogo. Meu filho e minha mulher sabiam. Fiquem meio balançado, os caras eram de Caxias do Sul, fãs, eu não queria perder a audiência do programa. Neguei, neguei, neguei até que aceitei. Meu filho falou para não fazer, eu fiz, o gol não saiu e ele ficou muito puto comigo. Ele tem razão – contou Helio de La Peña.

O humorista recordou outra passagem em que a superstição foi colocada em jogo, mas desta vez deu certo.

– Até porque isso se confirmou depois. Em 2010, na semifinal Botafogo x Fluminense, eu estava chegando no Maracanã com um amigo meu, passando na porta da entrada do Fluminense, tinham uns tricolores. Veio uma senhora, com seu filho de cinco anos, pediram foto. Eu falei que não tirava foto com adversário antes do jogo. Ela achou que era brincadeira, se aproximou, eu falei que não fazia. Fui andando, conversando com meu amigo, pensando “que bobagem, sacanagem com o garoto”. Voltei para fazer a foto, a mulher falou “agora não, ele está traumatizado e não vai fazer”. Tá legal, não fizemos a foto e o Botafogo ganhou. Não é que eu estava certo? – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Samba Que é Gol

Notícias relacionadas