‘Joel Carli tem uma liderança rara no futebol atual’, destaca ex-dirigente do Botafogo

9 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

‘Joel Carli tem uma liderança rara no futebol atual’, destaca ex-dirigente do Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

No Botafogo desde 2016, com uma breve saída para o Aldosivi (ARG), Joel Carli é o segundo jogador estrangeiro com mais partidas na história do clube, atrás apenas de Gatito Fernández. Além da capacidade como zagueiro, o que mais impressiona é o papel de líder que tem internamente.

Em entrevista ao canal “Glorioso Connection”, o ex-diretor de futebol Eduardo Freeland enalteceu o argentino e respondeu se acredita que, com ele no elenco, o Botafogo não teria caído em 2020.

– Não tinha uma liderança ativa, a vinda do Carli trouxe isso, era um cara vibrante, falava e todos respeitavam. É muito difícil dizer que seria diferente. Acho que ele não permitiria acontecer muita coisa. Ou ia quebrar tudo, o ambiente ia ficar pior, ou teria muito mais chances de não cair. Seria bem menor a chance, porque ele tem liderança rara no futebol atual. Os jogadores hoje em dia são corporativistas, mas têm cuidado e receio de não de se indispor com outros. É raro ver lideranças, ele preserva, acho que a nacionalidade aguça. É uma voz ativa importante – destacou Freeland.

– Teve alguns atletas muito determinantes ano passado, Carli talvez lidere. Teve Chay, Navarro, Kanu, Daniel Borges, vários jogadores importantes. Mas o Carli pela liderança e pela forma que o Enderson trouxe, disse que enfrentou o Carli e que “passava uma competitividade, liderança, algo que não podemos desperdiçar”. Confiou muito. Carli foi um cara fundamental no meu ponto de vista para conseguir o objetivo – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Glorioso Connection

Notícias relacionadas