Jogos do Brasileirão devem seguir Copa do Mundo e ter acréscimos mais longos, avisa presidente da Comissão de Arbitragem

39 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Jogos do Brasileirão devem seguir Copa do Mundo e ter acréscimos mais longos, avisa presidente da Comissão de Arbitragem
Lucas Figueiredo/CBF

No Catar acompanhando a Copa do Mundo, o presidente da comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Wilson Seneme, revelou durante entrevista concedida à Itatiaia que o jogos disputados no futebol brasileiro em 2023 devem ter acréscimos generosos.

Os longos minutos acrescidos pelos árbitros durante as partidas é uma das novidades implementadas no Mundial.

Seneme explicou que a ideia da Fifa, que será implementada no Brasil, é ser mais justo com a reposição do tempo em que a bola fica parada. Coibir a cera dos jogadores também é uma intenção das entidades

“É uma tendência esse maior rigor. Não só em relação às perdas de tempo grandes do jogo. Mas também os arremessos laterais, a demora no tiro de meta, a chamada cera. A Fifa tem demonstrado essa preocupação. É entregar para o público uma quantidade maior de bola rolando. É um desafio para o Campeonato Brasileiro. Já tivemos aumento nos tempos de acréscimos em 2022 e em 2023, provavelmente, a gente vai trabalhar com números maiores”, disse.

Fonte: Rádio Itatiaia

Notícias relacionadas