Com festa da torcida do Botafogo na Câmara do Rio, Textor, Carli e Gatito recebem título de cidadão carioca

42 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Com festa da torcida do Botafogo na Câmara do Rio, Textor, Carli e Gatito recebem título de cidadão carioca
Vitor Silva/Botafogo

Com direito a invasão da torcida do Botafogo, que lotou as galerias da Câmara Municipal de Vereadores do Rio de Janeiro, o empresário John Textor, o goleiro Gatito Fernández e o zagueiro Joel Carli receberam na noite desta quinta-feira (23) o título de cidadão carioca.

A honraria foi um projeto do vereador Márcio Ribeiro (Avante-RJ), que é torcedor do Botafogo. A condecoração é entregue aos cidadãos não cariocas com “reconhecidos serviços prestados ao munícipio”.

A solenidade começou depois do horário previsto por conta de um pequeno atraso de John Textor e contou com a presença também de familiares de Gatito e Carli e com o ídolo alvinegro Jairzinho, que foi muito aplaudido e teve seu nome gritado pela torcida botafoguense, além do presidente Durcesio Mello, do vice Vinicius Assumpção e do diretor de futebol André Mazzuco.

O primeiro a receber a honraria foi Joel Carli, que estava visivelmente emocionado e fez agradecimentos.

– Não estou acostumado a falar diante de tantas pessoas. Primeiramente agradecer ao Márcio, é um dia muito especial para mim e para a minha família. Desde o dia em que chegamos em 2016 fomos muito bem acolhidos por cada cidadão, ficamos encantados pela cidade. Somos muito felizes atualmente. Agradecer ao Botafogo por me permitir trabalhar todos os dias no melhor clube do mundo, na cidade mais bonita do mundo. Para quem me conhece, eu me sinto realmente assim. Obrigado a todos vocês por mostrar tanto carinho todos os dias. Essa lembrança vou guardar com muito carinho. É uma honra para mim compartilhar esse dia tão especial com John Textor, que é a pessoa que chegou que nos permitiu sonhar que o clube vai voltar a ser gigantesco como sempre foi, e também com um grande amigo que o futebol me deu (Gatito) – afirmou Carli.

Gatito Fernández foi o homenageado na sequência e dedicou o honraria ao pai, o ex-goleiro Gato Fernández.

– É uma noite muito especial para mim, gostaria de agradecer a todos os presentes. O Rio é uma cidade que me acolheu de uma maneira muito bonita, que vai ficar marcada para o resto da minha vida, onde minha Rafaela nasceu, onde escolhemos que ela nascesse, onde nosso segundo filho vai nascer em algum meses. Esse título de cidadão faz parte de todos os torcedores, sem vocês não seria possível. Gostaria de dedicar esse título para o meu pai, sem ele eu não estaria aqui, ele me ensinou todos os valores que tenho hoje em dia, que me ensina a ser um pai de família exemplar – agradeceu Gatito.

Por fim, foi a vez de John Textor, que fez um longo discurso:

– Eu pedi que colocassem meus melhores momentos no vídeo, e me colocaram chorando. Meu vídeo foi muito curto, e o vídeo do Gatito e do Carli foi muito melhor. Falei para eles que sou muito feliz que agora sou o irmão mais velho deles, agora somos irmãos. Vi vocês na TV, vocês são gigantes, muito importantes para o Botafogo. Gatito, você definitivamente é um goleiro de Premier League, mas prometo que não vou vendê-lo para o Crystal Palace. Quero agradecer especialmente ao Durcesio e ao Pedro (Paulo, deputado federal), dois homens com uma grande visão, vim para o Brasil pelo momento histórico que está chegando. É um privilégio em vida, e digo aos jovens, de fazer parte desse momento especial, do qual as pessoas vão se lembrar pelos próximos anos. É um grande clube, mas é mais do que isso. Algo acontece no Brasil que o mundo está começando novamente a prestar atenção. Se eu vim para o Brasil, é uma honra de conectar ao Mais Tradicional. Não acredito que fui tão sortudo de acontecer isso comigo. Pedro e Durcesio, vocês pavimentaram o caminho para que eu chegasse e fizesse parte dessa família. Marcio, achei essa sua ideia coisa de maluco, mas quando entrei e vi essa avalanche de amor nessa casa tão especial, agradeço por ter feito isso.

– Muitos me falam que é torcedor por que é “o time do meu pai, do meu avô”, mas agora temos a oportunidade de fazer algo especial, de que as crianças escolham o Botafogo. Agora temos que construir uma nova geração de torcedores do Botafogo. E você faz isso ganhando. Não podemos prometer vitórias, mas podemos prometer que vamos trabalhar mais do que ninguém para vencer. Com a paixão dos nossos torcedores, nos bons e maus momentos, sentimos a energia deles, é por isso que me emocionei tanto naquele dia. Vamos trabalhar forte e vamos honrar esse amor de vocês com trabalho duro. Obrigado por essa honraria, sinto esse amor do Rio, estou transmitindo isso à minha família, muito obrigado.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas