John Textor descarta vender Botafogo hoje pelo dobro do preço: ‘Não me interessa. Gosto de saber que posso ser parte de algo’

49 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor descarta vender Botafogo hoje pelo dobro do preço: ‘Não me interessa. Gosto de saber que posso ser parte de algo’
Twitter/Botafogo

O comentarista Carlos Eduardo Lino fez uma pergunta interessante a John Textor, no “Seleção SporTV” desta quinta-feira (23/6). O jornalista questionou se o empresário americano aceitaria vender hoje o Botafogo pelo dobro do preço que ele pagou.

Não. Eu tenho 56 anos, me aposentei aos 55. É isso que faço, meu trabalho na aposentadoria. Não sei mais o que iria querer fazer da vida. Cresci com pouco dinheiro, fiz dinheiro, perdi tudo, depois percebi que tinha que ajustar essa conta. Trabalhar com paixão, coisas divertidas, escaláveis em nível global. Meu sucesso financeiro foi maior do o que eu perdi porque trabalhava com coisas que gosto muito. Gosto de saber que posso ser parte de algo. Tenho um estagiário que faz traduções nos Estados Unidos, digo que estamos criando uma nova Premier League, é um privilégio. Se alguém me oferecer mais dinheiro, por que toparia? Não me interessa. Espero ficar mais tempo aqui, sou coproprietário, os outros são os torcedores. Espero que me mantenham aqui por um tempo – explicou Textor.

O empresário está montando uma rede global de clubes, com Botafogo, Crystal Palace, Lyon e RWD Molenbeek, além do FC Florida.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas