John Textor leva Tom Glick, ex-Manchester City e Carolina Panthers, para jogo do Botafogo; ele ocupará cargo na Eagle Football

46 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor leva Tom Glick, ex-Manchester City e Carolina Panthers, para jogo do Botafogo; ele ocupará cargo na Eagle Football
Divulgação

Acionista do Botafogo, John Textor levou ao Estádio Nilton Santos neste domingo Tom Glick, ex-COO do Manchester City, ex-presidente do New York City FC e com passagens também por Brooklyn Nets, da NBA, e Carolina Panthers, da NFL. Mas ele não terá cargo no Alvinegro.

Segundo Thiago Franklin, do “Canal do TF”, Glick é o novo conselheiro sênior da Eagle Football, holding de John Textor que controla Botafogo, RWD Molenbeek (BEL), FC Florida (EUA) e um percentual do Crystal Palace (ING).

Glick também acompanhou John Textor na reunião realizada em São Paulo que sacramentou a entrada do Botafogo para a Liga de Futebol Brasileiro (Libra). Na entrevista que concedeu ao jornalista Rodrigo Capelo, do blog “Negócios do Esporte”, do GE, Textor contou que Glick tem ajudado nas negociações para entrar na liga.

Eu trouxe o Tom Glick comigo. Ele foi por seis anos o chefe de operações do City Football Group, do Manchester City, também passou por franquias da NFL, como o Carolina Panthers, então nós dois juntos trouxemos muitas perspectivas sobre oportunidades para crescer. Tecnologias para a televisão, tecnologias para aplicativos direcionados a consumidores, distribuição digital de conteúdo, para que seja mais rentável e lucrativo, com a expansão internacional, e trouxemos exemplos de como ganhar dinheiro de maneiras que clubes brasileiros nunca tentaram antes. Trouxemos lições da Premier League – revelou Textor.

No mês passado, em entrevista ao jornal “O Globo”, John Textor revelou que traria “um dos maiores executivos da história do futebol mundial para se juntar ao Botafogo em breve”. Segundo a publicação, seria o COO (Chief Operating Officer), um diretor operacional para auxiliar o CEO Jorge Braga a gerir recursos e garantir produtividade.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do jornalista Thiago Franklin

Notícias relacionadas