Jornalista aponta necessidade de Botafogo ter paciência: ‘Começo vai ser doloroso’

16 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Jornalista aponta necessidade de Botafogo ter paciência: ‘Começo vai ser doloroso’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo iniciou o Campeonato Brasileiro com cinco pontos em quatro jogos. Contudo, o empate em 1 a 1 com o Juventude, neste domingo, frustrou a torcida. Para o jornalista Diogo Mourão, no programa “Redação SporTV”, é preciso ter paciência.

– Não só o Botafogo, em vários clubes hoje se vê pessoas entrando e tom de começo de trabalho. O Botafogo talvez seja o que está mais no começo de trabalho porque os jogadores chegaram agora. Tinham 35 mil pessoas, festa grande e decepção com o resultado, vaias misturadas com aplausos, time desencontrado – avaliou.

– A torcida quer ver resultado, saiu frustrada. A expectativa era grande, Juventude lá embaixo. O misto de vaias e aplausos dá uma ideia de como a torcida está vendo, não se sabe até quando vai ser assim. Tem jogadores que chegaram em estágios diferentes, de lugares diferentes, grupo se conhecendo, reforços para time principal e time B. O começo vai ser doloroso. Luís Castro tocou no ponto que time sentiu um pouco a torcida, se afobou em tomadas de decisão. Aconteceu mesmo – declarou Diogo Mourão.

O jornalista falou ainda de Patrick de Paula. Ele acredita que o volante vai subir de rendimento.

– Patrick de Paula foi muito mal, talvez seja o que a torcida esteja pegando mais no pé. Vaiaram o jogador. Não estou comparando, mas é a principal contratação, como foi o Neymar com o PSG. A expectativa é alta. Patrick de Paula é a maior contratação da história do Botafogo. A torcida quer resultado, que represente isso. Qual o futuro do Patrick de Paula? Eu acho que vai se firmar, vai se encontrar, o Luís Castro parece um bom treinador, que tem muita clarividência – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas