Julgamento do Botafogo no STJD por ofensas machistas da torcida é adiado

29 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Assistente Katiuscia Mayer Berger Mendonça em Botafogo x Brusque | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

O julgamento do Botafogo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelo caso das ofensas machistas da torcida contra a auxiliar Katiuscia Mendonça no jogo contra o Brusque, que seria nesta segunda-feira, foi adiado para a próxima segunda a pedido do clube. A informação é do repórter Sergio Santana, do “Lance”.

O Botafogo foi incurso no artigo 234-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (ato discriminatório), que prevê de multa até a perda de três pontos – o que é pouco provável.

Na ocasião, torcedores do Botafogo ofenderam a bandeirinha com gritos de “piranha”. A diretoria alvinegra, em ato de reprovação pela atitude, entregou uma carta de desculpas a Katiuscia ainda no gramado, pelas mãos do presidente Durcesio Mello.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do repórter Sérgio Santana (Lance)

Notícias relacionadas