Júnior ‘cobra’ Patrick de Paula e estafe por evolução no Botafogo: ‘Ele realmente é um bilhete de loteria premiado. Tem algo errado’

75 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Patrick de Paula em América-MG x Botafogo | Copa do Brasil 2022
Reprodução/SporTV

Após se recuperar da paralisia de Bell, Patrick de Paula sequer foi relacionado nos dois últimos jogos do Botafogo. Após a derrota para o Palmeiras pela 29ª rodada do Brasileirão, o técnico Luís Castro fez críticas ao volante, o que foi tema de debate no programa “Seleção SporTV” nesta terça-feira (4/10).

O comentarista e ex-jogador Júnior “cobrou” Patrick de Paula e seu estafe.

É ele que tem que botar a cabeça no lugar. Quando apareceu, todos nós víamos como jogador de Seleção Brasileira, com talento e promessa muito grande. A formação, quem está do lado dele, o estafe, para poder orientá-lo nesses momentos? No Palmeiras, pegou Danilo como concorrente. Olha para trás, de onde veio, qual a formação dele futebolística? Tem alguma coisa errada, que possa inclusive interromper a carreira dele. É jovem, tem 21, 22 anos. É o momento de sentar com quem toma conta da vida dele e ver que não é por aqui, vai acabar se perdendo. Ele realmente é um bilhete de loteria premiado, precisa somente ter a lapidação de quem está do lado dele. Foram duas avaliações, do Abel Ferreira e do Luís Castro, mostrando que parece que o comportamento dele não está sendo condizente com jogador profissional – argumentou Júnior.

O narrador Jader Rocha também deu sua opinião.

– Junta no pacote, jogador talvez passando por deslumbramento, não sei se pesa ser o jogador mais caro da história do Botafogo. O responsável pela carreira do menino tem que ver. É (falta de) dedicação, força de vontade – completou.

📺 Luís Castro explica por que PK não tem recebido chances no Botafogo. Veja vídeo abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas