Justiça condena Botafogo a pagar hora extra e adicional noturno (!) em processos de Élvis e Dierson

64 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Elvis | Botafogo
Satiro Sodré/SSPress

O Botafogo sofreu derrotas no mínimo inusitadas em dois processos movidos por ex-jogadores do clube na Justiça do Trabalho. As informações são do jornalista Matheus Mandy.

O primeiro caso é do meia Élvis, atualmente no Goiás, que conseguiu reverter uma decisão para receber adicional por ter sido relacionado para jogos aos domingos e feriados, além do salário de dezembro de 2015. A condenação total é de R$ 35 mil, mais custas processuais.

Já no segundo caso, o ex-volante e ex-“A Fazenda 12” Dierson é quem conseguiu uma decisão favorável, com a Justiça condenando o Botafogo a pagar adicional noturno nos jogos em que ele foi relacionado a partir das 22h.

O Botafogo ainda pode recorrer da decisão do caso Élvis na instância superior. Em relação à situação envolvendo Dierson, um contador judicial ainda irá realizar o cálculo da ação para depois seguir para apreciação das partes.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do jornalista Matheus Mandy

Notícias relacionadas