Justiça do Trabalho separa venda de PV para salários do Botafogo e impede penhora de Oswaldo

18 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Paulo Victor (PV), ex-Botafogo, é apresentado no Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Decisão do juiz Pedro Figueiredo Waib, da 75ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, determinou que o dinheiro da venda do lateral-esquerdo PV para o Internacional seja depositado em juízo para pagamento de salários dos funcionários do Botafogo. A informação é do “ge.globo”.

O bloqueio faz parte do acordo entre o clube, Sindeclubes e o poder público para garantir que o pagamento de salários tenha prioridade em relação às cobranças de outros credores. A decisão se sobrepõe à que autorizou o treinador Oswaldo de Oliveira a ficar com 20% dos valores.

Pela negociação, o Botafogo receberá R$ 2,6 milhões e pode ganhar mais R$ 400 mil até o fim do ano dependendo de metas. O Glorioso manteve 25% dos direitos econômicos do jogador visando uma venda futura.

Fonte: Redação FogãoNET e ge.globo

Notícias relacionadas