Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 18:15 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Loco Abreu vê ‘medo’ do Botafogo em chamá-lo para se aposentar: ‘Se fosse por mim, já estava lá’

67 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Loco Abreu comemora gol após cavadinha sobre o goleiro Bruno, do Flamengo, no Campeonato Carioca de 2010
Fernando Soutello/Agif/Botafogo

Ídolo do Botafogo e com personalidade forte, Loco Abreu nunca escondeu o desejo de retornar ao clube. Atualmente no Sud America, do Uruguai, o centroavante de 44 anos voltou a falar de sua identificação com o Glorioso em live com os jornalistas Marcos Eduardo Neves e Gustavo Rotstein, no Instagram, nesta sexta-feira.

Na live, Loco Abreu relembrou sua trajetória no Botafogo e divulgou o livro “Loco Por Ti” (Approach Editora), de autoria dos dois jornalistas. E deixou claro que o objetivo de retornar ao clube segue vivo em sua mente.

– Vou falar uma coisa, não sou corretamente político, agradeço o carinho do torcedor e o respeito das diretorias, mas por alguma coisa eles têm medo de me chamar para me aposentar no Botafogo. Tem algo acontecendo. Quer melhor pacote do que trazer o último ídolo em atividade? Já sabe a situação, vai ajudar no vestiário, no elenco, ainda pode ajudar alguma situação em campo, pode fazer um grande jogo de despedida, marketing, muita coisa positiva, ainda mais que o planejamento é continuar trabalhando no clube e transmitindo o conhecimento de Botafogo para os demais. Mas isso não acontece – declarou Loco Abreu (assista ao vídeo no fim da matéria).

Sinto respeito, carinho e valorização, mas acho que tem algo acontecendo que não querem dar o passo para a frente para fazer esse pacote que para mim não tem erro, é tudo positivo. Mas não sou dirigente nem presidente, se estivesse lá e, por exemplo, o Túlio jogasse ainda e tivesse a oportunidade de trazê-lo nesse momento difícil, com coração rasgado e oportunidade de resgatar, eu traria. Papo direto com torcedor, momentos de utilizar e não, importante no vestiário, ser a cara para os jornalistas e torcida. Tem muita coisa. Se fosse por mim, eu já estava lá. Não depende só de mim. Mas não muda nada o amor, carinho e respeito que tenho pelo clube e pelas pessoas que estão no comando do Botafogo – completou.

Loco Abreu atuou no Botafogo de 2010 a 2012 e fez história com o gol do título carioca de 2010, de cavadinha, sobre o Flamengo.

Assista ao vídeo abaixo no canal do FogãoNET:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários