Lucio Flavio mantém contato direto com Luís Castro e quer mais jovens saindo do Botafogo B para o time principal no Carioca

9 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lucio Flavio mantém contato direto com Luís Castro e quer mais jovens saindo do Botafogo B para o time principal no Carioca
Reprodução/Botafogo TV

Técnico do time B do Botafogo, Lucio Flavio concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira no Estádio Nilton Santos, na antevéspera da estreia no Campeonato Carioca, domingo, às 16h, diante do Audax. O treinador disse que a intenção principal é revelar novos jogadores para o time principal, seguindo o exemplo de Jeffinho.

Lucio lamentou o fim do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, torneio sub-23 que era realizado pela CBF e foi descontinuado, mas ressaltou que acredita fortemente no projeto do time B idealizado por John Textor.

– Em cima do que foi o planejamento, começamos a nos preparar para o Estadual tendo em vista esses primeiros jogos. Não temos exatamente o número certo, com exceção ao que o próprio Luís (Castro) mencionou ontem na entrevista. Atletas e comissão estamos focados em relação a isso. Sabemos que a CBF optou por não ter mais o Brasileiro Sub-23 e a direção do clube vai tomar uma posição. Acredito muito no que é o projeto, vamos continuar o trabalho visando servir a equipe principal. Temos jogadores que estão sendo preparados no time B para que surjam outros meninos, como foi o Jeffinho – disse Lucio Flavio.

Apesar de toda briga política e do esvazeamento do Campeonato Carioca, Lucio Flavio reforçou que enxerga no Estadual uma grande oportunidade para os garotos, que enfrentarão, depois do Audax, Vasco e Fluminense, segundo o planejamento traçado por Castro.

– É uma competição de bom nível e uma oportunidade para estes atletas que buscam espaço no profissional. Não é todo atleta que está estourando a idade de jogador de base que vai conseguir rapidamente espaço no time principal, porque sai de um nível similar de idade para enfrentar jogadores com uma rodagem muito maior – disse Lucio Flavio, revelando contato constante com o técnico do time de cima:

– Hoje a relação é mais próxima com o Luís até porque quando ele chegou houve aquele turbilhão de situações, de mudança de elenco, ele chegando num novo clube, num novo país… A partir do momento da chegada de um coordenador é que as coisas foram se acalmando, fomos nos conhecendo e tendo esse relacionamento. Hoje há vários questionamentos em relação a jogadores que eu enxergo que tenham potencial para daqui a pouco estarem lá treinando com o time profissional e num futuro próximo fazendo parte. Esse é o ideal para o clube, ter jogadores formados e servindo ao grupo principal.

Confira outras declarações de Lucio Flavio:

EVOLUÇÃO DO GRUPO APÓS BRASILEIRO DE ASPIRANTES: “Estamos com um grupo mais equilibrado, haja visto o tempo que estamos trabalhando com os atletas que permaneceram e também que chegaram depois e passaram um bom tempo conosco. Esse primeiro momento serviu como uma referência e uma forma de trazerem o aprendizado, primeiro porque muitos não haviam ainda vestido a camisa do Botafogo. Agora com a oportunidade do Estadual, o atleta tem um outro nível de preparação e vê com bons olhos a oportunidade que o clube está dando.”

BOTAFOGO WAY: “O Botafogo tem buscado uma linha, aquilo que foi apontado como Botafogo Way. Temos como parâmetro o time principal, é claro que muitas vezes não conseguimos por conta das características dos jogadores. Alguns atletas temos que adaptar, mas as ideias do clube são para que todos trabalhem da mesma forma.”

EXPERIÊNCIA OU MESCLA: “É bacana quando escutamos do nosso treinador que é o treinamento que faz o jogador segurar um lugar na equipe. Por vezes temos a ideia de ter uma base, mas com o tempo de treinamento algum jogador acaba trazendo algo positivo. Acho que vai acabar acontecendo isso, vamos estrear com muitos jogadores jovens, muitos dele até estreando como profissionais. Depois temos dois clássicos, é um fator muito motivante para estes jovens.””

COBRANÇAS DE FALTA: “Não gosto nem de ficar citando muito que jogou futebol. Fui atleta e sei que tem atletas que não se importam muito com isso. Muitos se interessam e buscam nas redes sociais, às vezes brincam, quando treinam falta pedem para eu bater uma falta para ensinar… Mas eu procuro evitar, porque esse é o momento deles, eles têm muitas referências atuais.”

Veja a coletiva de Lucio Flavio na Botafogo TV:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas