Luís Castro elogia elenco e rebate informação de coluna: ‘Nunca nenhum jogador chegou atrasado a um treino do Botafogo’

82 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Luís Castro elogia elenco e rebate informação de coluna: ‘Nunca nenhum jogador chegou atrasado a um treino do Botafogo’
Reprodução/Premiere

Técnico do Botafogo, Luís Castro rebateu a informação do Blog do Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, de que havia falta de comprometimento de certos atletas nos treinamentos. Ao comentar sobre os desfalques de Kanu e Cuesta para o jogo contra o Internacional, o treinador exaltou seu grupo, após a vitória diante do São Paulo por 1 a 0, nesta quinta-feira (16/6), pela 12ª rodada do Brasileirão.

Caem um, outros levantam. Vamos seguir em frente, vamos projetar a equipe nos próximos dois dias. Todos eles têm capacidade para jogar, porque são todos muito honestos, dignos e dedicados no seu trabalho. O elenco, ao contrário do que disse um colega de vocês que os jogadores não tinham compromisso, e eu nego veementemente aquilo que eu disse. Nunca nenhum jogador chegou atrasado a nenhum treino do Botafogo – disse Luís Castro, visivelmente incomodado.

Na sequência, o técnico alvinegro também teceu algumas críticas ao comportamento da imprensa sobre descartar jogadores que não vinham sendo utilizados com frequência por ele no Botafogo.

Respeito vocês muito, porque vocês da imprensa são parceiros do caminho dos treinadores, dos clubes. Mas uma coisa que vocês nunca vão conseguir fazer que é mudar minha consciência. Tenho consciência daquilo que faço todo dia. Vocês podem colocar um jogador fora, esfaqueá-lo, podem matá-lo, tirá-lo morto de campo, eu nunca faço isso. Sempre tenho meus jogadores inteiros para trabalhar. Nunca pus nenhum jogador de lado. O tempo do futebol é um tempo que exige paciência, e nesse momento o mundo é de uma velocidade vertiginosa. Isso não existe no futebol, tenham um pouco de paciência e nos ajudem a educar quem não tem paciência. Nós, treinadores, muitas vezes temos muita paciência com vocês, é uma pena vocês não terem tanta paciência conosco. É uma pena isso. Quando eu perder, vão me atirar para matar – afirmou.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas