Luís Castro revela motivo de reclamação com árbitro durante Botafogo x Palmeiras

18 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Luís Castro em Botafogo x Palmeiras | Campeonato Brasileiro 2022
Reprodução/SporTV

Luís Castro não é muito de falar sobre arbitragem, mas o técnico do Botafogo reclamou com o juiz Wilton Pereira Sampaio a ponto de ser repreendido pelo árbitro durante o jogo contra o Palmeiras nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos. Após a partida, o treinador explicou o porquê da reclamação.

– Não gosto muito de falar da arbitragem porque é uma área que eu não domino por completo. Aquelas emoções que temos dentro do jogo geram sentimentos que nós manifestamos. Foi o que eu fiz, sou uma pessoa, gero emoções e nos momentos em que achei que não estava correto me manifestei. Tive uma conversa com o Wilton, mas foi uma conversa normal. Achei que estávamos tomando cartões amarelos demais em função do que estava acontecendo no jogo, e achei que não estava acontecendo da mesma forma com o Palmeiras. Foi uma percepção errada minha, talvez… – afirmou Castro.

Segundo números do “Sofascore”, o Palmeiras cometeu 14 faltas, contra 16 do Botafogo. Foram quatro cartões amarelos mostrados para o Glorioso e três para o Alviverde, que teve ainda um jogador expulso (Zé Rafael) na etapa final.

Ao contrário de Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, Luís Castro não recebeu cartão amarelo por reclamação. Se tivesse recebido, o treinador alvinegro não poderia comandar o Botafogo contra o Avaí, quinta-feira, em Florianópolis, já que está no momento pendurado.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas