‘Está vendo? Você também pode jogar de volante!’: Chay fala do estilo Luís Castro no Botafogo e exigência por versatilidade

39 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

‘Está vendo? Você também pode jogar de volante!’: Chay fala do estilo Luís Castro no Botafogo e exigência por versatilidade
Reprodução/YouTube Central do GE

Destaque na campanha do título da Série B, Chay perdeu o status de titular absoluto do Botafogo com o técnico Luís Castro, mas nem por isso deixou de ajudar quando necessário. Na partida contra o Atlético-GO, em Goiânia, o camisa 14 relembrou um episódio que teve com o treinador para explicar o que tem sido pedido pelo português.

– Ele exige versatilidade. Não quer um jogador que faça exatamente só aquilo muito bem, mas se você joga no meio-campo, por exemplo, tem que saber fazer todas as funções que ele precisa fazer no meio-de-campo. Já aconteceu comigo no jogo contra o Atlético-GO, trabalhei como volante. Graças a Deus me saí bem e quando saímos ele passou por mim e falou: “Está vendo? Você também pode jogar de volante!”. Vamos nos descobrindo. É gratificante, sinal de que estamos nos enquadrando ao que ele quer e que estamos amadurecendo dentro do campo – falou Chay, em entrevista à “Central do GE”.

– Já tive alguns papos bem pontuais com ele, é um cara bem sério, foca no que tem que fazer e fica mais na dele. Ele tem toda uma comissão por trás e sempre conversamos sobre os pontos que podemos melhorar. A mudança vem do ser humano, cada um tem seu jeito de trabalhar. É um cara muito correto, muito sério, que nos exige muito – completou.

Remanescente da era pré-SAF, Chay vem experimentando as mudanças para melhor no Botafogo, como os voos fretados. Mas ainda há muita coisa a melhorar, como o Centro de Treinamento, problema tido como prioridade por John Textor e os demais dirigentes alvinegros.

– A estrutura sempre foi boa, os profissionais também são muito bons. Ainda estamos nessa transição. Estamos nesse período de encontrar um local que a gente vai se instalar mesmo, por enquanto estamos usando o Espaço Lonier. Tem coisas que ainda tem que melhorar para dizermos que evoluiu, mas eles estão fazendo o máximo para podermos retribuir com os resultados – disse Chay.

Fonte: Redação FogãoNET e Central do GE

Notícias relacionadas