Presidente do Goiás planeja SAF e critica a do Botafogo (?!): ‘Já entrou em crise, tem salário atrasado, o CEO pediu demissão’

279 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Paulo Rogério Pinheiro, presidente do Goiás
Reprodução/YouTube

O Goiás quer virar SAF. Contudo, por conta de uma notícia truncada e não tão explicada, criticou a do Botafogo. O presidente do clube goiano, Paulo Rogério Pinheiro, falou sobre a possibilidade de transformação.

– Já estamos trabalhando na SAF, com algumas pessoas do clube, contratando empresas para nos assessora. Em 2023 vamos ter SAF pronta, quais as regras, para ficar mais fácil para os investidores chegarem. O Goiás tem as duas áreas mais caras do estado. Nossa dívida perante uma SAF é ridícula. Nós não temos uma preocupação em sair correndo atrás da SAF. Converso muito com o (Mario Celso) Petraglia (do Athletico-PR), meu amigo pessoal, não estamos com pressa. Não é para air vendendo a qualquer preço. Queremos SAF consistente e que agregue. Você vê o Botafogo, a SAF já entrou em crise, tem salário atrasado, o CEO pediu demissão e está na Justiça contra o presidente da SAF. Precisa ser muito bem pensada – disse Paulo Rogério Pinheiro, ao “Canal do Nicola”.

A SAF do Botafogo, liderada por John Textor, no entanto, não está em crise nem salário atrasado. Teve apenas a saída do CEO Jorge Braga, que já estava sem funções, e reclama o pagamento de bônus pela venda dos ativos do futebol do clube. A questão deve parar na Justiça.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Nicola

Notícias relacionadas