Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Rafael Moura reforça parentesco com Heleno de Freitas por algo a mais no Botafogo: ‘Aqui não é lugar para covardes’

17 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Rafael Moura é apresentado pelo Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Antes de ser apresentado oficialmente pelo Botafogo, o atacante Rafael Moura criou um alvoroço na torcida alvinegra ao revelar ser parente do ídolo Heleno de Freitas. O avô do centroavante é primo do histórico atacante do Glorioso.

Na entrevista de apresentação nesta segunda-feira, o He-Man falou mais sobre o assunto e demonstrou ter conhecimento sobre a importância de Heleno para o Botafogo.

– É uma história muito bacana, o irmão da minha mãe está fazendo um livro sobre isso, estamos fechando a árvore genealógica. O Heleno era primo do meu avô materno, o pai da minha mãe. É um cara que representa muito, tem frases memoráveis, de que “não era jogador de futebol, mas do Botafogo”, e que aqui “não é lugar para covardes”. Isso mostra muita personalidade e liderança, até uma certa rebeldia, mas uma rebeldia boa e sadia que incentivava seus companheiros. Fora os grandes lances e o número de gols que ele fez. Brinquei sobre ser 1% dele, mas se puder aumentar essa porcentagem, será ótimo. Ver os grandes ídolos todo dia vai me dar essa força e ter esse parentesco com o Heleno é um algo a mais por toda essa representatividade que ele tem com o clube – afirmou He-Man.

Rafael Moura foi perguntado ainda sobre o número que era usar no Botafogo. Segundo ele, será surpresa.

– Aqui tem muita história em certos números, é uma responsabilidade grande eu poder escolher. Tem a 7, a 13, a 9, a 10, a 1… (risos) Tem muita história aqui e representatividade. Não tenho preferência, deixei a cargo do (Eduardo) Freeland (diretor de futebol) e da diretoria e na minha estreia vocês terão a surpresa de qual número eu poderei usar – resumiu.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários