TJD-RJ marca julgamento de Enderson por expulsão em Fluminense x Botafogo no Carioca; técnico pode pegar até 9 jogos de gancho

32 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Expulsão de Enderson Moreira em Fluminense x Botafogo | Campeonato Carioca 2022
Reprodução/Cariocão TV

O técnico Enderson Moreira, demitido pelo Botafogo em fevereiro, será julgado na próxima quarta-feira pela 5ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) pela expulsão no clássico contra o Fluminense, pela quinta rodada do Campeonato Carioca, e pode pegar até nove jogos de suspensão.

Enderson foi denunciado nos artigos 243-F § 1º (ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto), que prevê quatro a seis jogos de ganho e multa de R$ 100 a R$ 100 mil; e 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida durante sua realização, inclusive no intervalo), que prevê suspensão de uma a três partidas.

Na ocasião, Enderson reclamou bastante após a não marcação de uma falta clara a favor do Alvinegro. Rodrigo Carvalhães de Miranda, árbitro do clássico realizado no dia 10 de fevereiro, carregou na súmula e relatou xingamentos e ofensas do treinador.

De acordo com o relatado, Enderson proferiu as seguintes palavras: “Você é um palhaço, vai tomar no cu, seu babaca”. Foi a segunda expulsão do treinador no Botafogo, que havia visto o cartão vermelho também logo na estreia pelo clube, contra o Confiança, pela Série B.

Enderson Moreira foi demitido do Botafogo no dia seguinte ao clássico, por decisão de John Textor, e ainda encontra-se sem clube.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas