Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Caso Babi, Serra Macaense e Botafogo tem diversos erros, mas não é justo descontar no jogador

36 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Matheus Babi - Botafogo x Ceará
Vitor Silva/Botafogo

* Errou o presidente do Serra Macaense, Rodrigo dos Santos, ao declarar que já avisou ao Botafogo quer não quer Matheus Babi na Série B e que “a competição ficou pequena para ele”. Primeiro porque Babi está em evolução na careira e tem suas virtudes, mas o histórico recente é de ser o centroavante reserva do lanterna da Série A, após passagens por clubes menores como América e Macaé. Jogar a Série B não é demérito, que o digam craques como Jefferson, Marcos, Fábio e Rafael Sóbis

*O presidente do Serra Macaense, em vídeo enviado ao FogãoNET, se desculpou com Botafogo e torcida e disse que teve declarações distorcidas. Menos mal. Ainda assim, não apaga o impacto que já causou e a pressão que criou em torno do próprio Babi

*Se realmente procede que o Fluminense fez uma proposta por empréstimo, enquanto o jogador está emprestado ao Botafogo, errou o Tricolor. O mínimo que se espera entre os clubes que se dizem parceiros é ética e transparência. O Fluminense deveria procurar também o Botafogo, não apenas o Serra Macaense

*Errou o Botafogo, mais especificamente o antigo Comitê Executivo de Futebol, em mais um contrato esquisito. Como tem 40% de taxa de vitrine, não de direitos econômicos, o clube é praticamente “obrigado” a vender Babi antes do fim do contrato de empréstimo (dezembro de 2021) para ter lucro. Ou perderá o centroavante de graça, caso não o compre. O Botafogo chegou a investir parte do lucro da venda de Luis Henrique para comprar mais 10% da taxa de vitrine de Babi, mas o dinheiro pode acabar tendo sido jogado fora

*Quem não errou no caso e por isso não pode ser crucificado é Matheus Babi. Ele não tem culpa da declaração – deturpada ou não – do presidente do Serra Macaense, que nem seu empresário é. Babi chegou a ser criticado e ridicularizado, questionaram seu futebol, mas a verdade é que o centroavante está fazendo o dele. Teve erros no passado – como noitada e atraso -, mas não dá pra incluir no mesmo pacote. O melhor é que seja preservado e tenha tranquilidade para jogar seu futebol, fazer seus gols e virar uma boa negociação para o Botafogo

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários