Surtiu efeito a promoção de ingressos feita pelo Botafogo para o jogo com o Atlético-MG. Após anunciar valores altos e voltar atrás ao diminuir para preço único (R$ 30 inteira e R$ 15 meia), o clube aumentou o público e diminuiu o prejuízo no Estádio Nilton Santos em relação às partidas contra o Athletico Paranaense e a Chapecoense.

Se a torcida não compareceu em grande público neste domingo, os 12.098 presentes (10.648 pagantes) já foram mais que os 7.992 presentes (6.696 pagantes) contra o Athletico e que os 8.241 presentes (7.095 pagantes) contra a Chapecoense. Além disso, os torcedores cantaram e apoiaram o time o tempo inteiro na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, apesar de protestarem contra a diretoria.

Mesmo com valores promocionais, o prejuízo na partida contra o Atlético-MG também foi menor que nos jogos contra Athletico e Chapecoense: R$ 147.038,30 / R$ 184.544,75 / R$ 153.880,83.

Confira abaixo os comparativos:

PREÇOS

Botafogo x Atlético-MG: Norte R$ 30 / R$ 15; Leste R$ 30 / R$ 15; Oeste R$ 30 / R$ 15
Botafogo x Chapecoense: Norte R$ 20 / R$ 10; Leste R$ 60 / R$ 30; Oeste R$ 80 / R$ 40
Botafogo x Athletico-PR: Norte R$ 20 / R$ 10; Leste R$ 60 / R$ 30; Oeste R$ 80 / R$ 40

PÚBLICOS

Botafogo x Atlético-MG: 12.098 presentes (10.648 pagantes)
Botafogo x Chapecoense: 8.241 presentes (7.095 pagantes)
Botafogo x Athletico-PR: 7.992 presentes (6.696 pagantes)

PREJUÍZOS

Botafogo x Atlético-MG: R$ 147.038,30
Botafogo x Chapecoense: R$ 153.880,83
Botafogo x Athletico-PR: R$ 184.544,75

É importante considerar ainda que durante a semana que antecedeu o jogo com o Atlético-MG, a torcida do Botafogo sofreu com notícias negativas, como derrota para o Internacional, corte de água no Estádio Nilton Santos, venda de mando de campo do clássico com o Fluminense e protesto dos jogadores contra patrocinadores e diretoria, devido ao atraso de salários.

Resta saber quais serão os preços praticados pela diretoria no próximo jogo em casa.

Fonte: Redação FogãoNET