Pitacos: em apenas 6 jogos, Botafogo já fez mais pontos com Enderson que com Chamusca; tempo perdido faz falta

62 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Pitacos: em apenas 6 jogos, Botafogo já fez mais pontos com Enderson que com Chamusca; tempo perdido faz falta
Vitor Silva/Botafogo

* Nos últimos seis jogos, o Botafogo venceu cinco, conquistando 15 pontos na Série B. Já é mais do que os 13 pontos ganhos na época de Marcelo Chamusca, que teve dez partidas na competição. Ou seja, o antigo treinador deixou um prejuízo e um tempo perdido grande. Basta ver que nem a com a reação deu para o time alvinegro já entrar no G-4.

* Com quantos pontos estaria o Botafogo se tivesse mantido Chamusca? Difícil prever, mas o aproveitamento anterior indica que não faria nem dez pontos onde Enderson Moreira conquistou 15. Há agora também um time mais confiante, mais sólido e com mais jogadas ofensivas.

* A vitória por 1 a 0 sobre o Brasil de Pelotas passou muito pelos pés de Luís Oyama. Organiza o jogo desde a defesa, distribui no meio e chega ao ataque. Com um passe, desmontou o time adversário na origem do gol de Joel Carli. É jogador para o Botafogo ficar de olho e tentar já a contratação em definitivo.

* Bonito de ver Joel Carli se reerguer, voltar a ter chance como titular e fazer o gol da vitória do Botafogo. O zagueiro argentino tem identificação, história no clube e liderança. Faz diferença. Muitos jogadores rendem mais em determinado clube. É o caso de Carli no Botafogo. Será boa a disputa entre ele, Kanu e Gilvan, com Lucas Mezenga como opção.

* O Botafogo precisa melhorar no ataque, principalmente nas tomadas de decisão. O jogo contra o Brasil de Pelotas deveria ter sido mais fácil, mas o time errou passes simples na construção de jogadas que eram promissoras. Quando se tem a chance, é preciso matar.

* A lateral esquerda do Botafogo segue como problema. Este ano já saíram do clube Victor Luis, PV, Rafael Carioca e Lucas Barros. Hugo teve oportunidade em um jogo relativamente tranquilo e não aproveitou. É torcer para Guilherme Santos se firmar e ter uma sequência ou para Jonathan Silva ter voltado bem.

* Rafael Navarro dá pinta de ser jogador promissor desde o ano passado, pela reta final de temporada no sub-20. No profissional, sempre chamou atenção, pelo menos, pela vontade e pela garra. O Botafogo deveria ter visto antes a questão da renovação. A menos de seis meses do fim do contrato, podem ter mais fatores envolvidos, como propostas de outros clubes e pedida salarial maior por parte do atleta e de seus representantes. Problema para a diretoria resolver.

* Outro problema é a arbitragem. O Botafogo foi severamente prejudicado em dois jogos seguidos apitados por árbitro de São Paulo. Fora outras partidas em que teve prejuízos no turno, como contra Náutico, Londrina e Sampaio Corrêa. Já poderia estar no G-4. Será que com VAR no returno vai melhorar? Tomara que sim, mas a lembrança do último Campeonato Brasileiro também não é boa para o Glorioso.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas