Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Chamusca perde único trunfo e mostra que não consegue mudar o Botafogo

67 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Marcelo Chamusca em Botafogo x Cruzeiro | Série B do Campeonato Brasileiro
Reprodução/TV Globo

O Botafogo arrancou o empate com o Cruzeiro em um jogo entre dois times que precisam evoluir muito. Mas o 3 a 3 no Estádio Nilton Santos tirou o único trunfo que Marcelo Chamusca tinha: os cem por cento de aproveitamento em casa. Além disso o treinador mostrou que não consegue mudar o time. É escravo de suas próprias convicções e teimosias.

Após achar o primeiro gol, o Botafogo foi dominado em seu próprio campo. Nítida a falta de confiança do time, o que é um reflexo do seu treinador. Além disso Chamusca não conseguia corrigir erros banais, como os escanteios batidos em primeiro pau e que sempre levavam perigo ao gol alvinegro.

A zaga, que já estava exposta, ficou mais ainda com a saída de Barreto. Algo que não dá para entender. Diego Loureiro, este sim muito mais seguro que Douglas Borges, ficou maluco com as entregadas do sistema defensivo.

Erros na hora de mudar o Botafogo

Chay em Botafogo x Cruzeiro | Série B do Campeonato Brasileiro
Botafogo vive de Chay na Série B

Na hora das modificações então que se percebe que Chamusca não entendeu o que é dirigir o Botafogo. Demorou a tirar um Gulherme Santos que errou praticamente tudo o que tentou. Além disso manteve Ênio no banco de reservas em um jogo que nitidamente era para ele. Não vou nem falar em Felipe Ferreira.

Assim o Botafogo vai seguindo na Série B. Vivendo da qualidade de Chay e sofrendo com os erros de seu treinador.

Notícias relacionadas
Comentários