Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Oyama e Chay deram equilíbrio. Lateral pode ser caminho para Chamusca

58 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Paulo Victor (PV) em Vila Nova x Botafogo | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

O Botafogo que derrotou o Coritiba sofreu no primeiro tempo. Achou o gol em um pênalti infantil cometido pelo adversário. Assim o bom resultado não pode esconder os erros que continuaram aparecendo. O principal deles a falta de criatividade e de intensidade do time quando precisa propor o jogo.

Após o 1 a 0 o Botafogo passou a jogar como gosta. Aproveitando os espaços do adversário. Mas até lá mostrou que Marcelo Chamusca vai precisar quebrar a cabeça para melhorar a criação. Contra o Remo mais uma vez o Glorioso vai ter que se impor.

Se Luís Oyama conseguiu dar um bom equilíbrio defensivo ao meio, Chay foi importante na criação de jogadas. Mas precisa ficar mais livre para criar e não ficar fechando os lados e fazendo o trabalho de formiga. Assim vai se desgastar e pode ter problemas ao longo da temporada.

Chamusca deixa de lado dupla e se dá bem

Warley pode funcionar bem com uma boa companhia (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Com a criação comprometida e sem grandes nomes no setor, Chamusca vai ter que investir em algo que funciona neste time. Trata-se da dobradinha dos laterais. Quando Warley e PV têm com quem dialogar a coisa funciona. O primeiro tem sérias deficiências defensivas, visíveis ao perder o tempo de bola em algumas divididas. Mas isso se resolve justamente com alguém para recompor com ele. PV é mais completo e tem mais fôlego. Mas sozinho vai render menos.

Em um jogo onde não insistiu com Felipe Ferreira e Marcinho, Chamusca mostrou que pode virar a página e começar a escrever uma outra história no clube. Mas precisa aparar as arestas e encontrar a fórmula da intensidade.

Notícias relacionadas
Comentários