Renovar com Douglas Borges é pensar pequeno no Botafogo

81 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Renovar com Douglas Borges é pensar pequeno no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

A renovação de contrato de Douglas Borges, se acontecer no Botafogo, representa pensar pequeno. Um erro que espero que a diretoria do clube não venha a cometer. E isso não tem nada a ver com sonhar com um time fantástico que vai ganhar tudo o que disputar. Isso ainda não faz parte da previsão para 2022. Falo na questão coerência.

A estratégia dos dirigentes está clara e a ideia é repetir 2021. Montar um time para observar no Campeonato Carioca, ver as peças que interessam e depois aproveitá-las no Campeonato Brasileiro. Aí sim investir no Brasileirão.

Fazer isso é uma coisa. Outra é jogar o Campeonato Carioca apenas para colocar um time em campo, abrindo mão no terreno das observações. Douglas Borges mostrou que não tem potencial para o Botafogo. Não tem muito mais a amadurecer. Isso o torna diferente, por exemplo, de Diego Loureiro. O jovem cresceu tanto que virou título. Além disso tem muito a aprender.

Gatito e Diego Loureiro são as melhores opções

Botafogo precisa de um Gatito Fernández forte e bem (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Para o Campeonato Carioca, se existe a confiança em ter Gatito Fernández em condições, o ideal é apostar no paraguaio e em Diego Loureiro. Se for o caso contratar outro jogador ao longo da competição ou já de olho no Brasileiro. Isso em um cenário de Gatito dar sinais que não volta mais como era.

Não faz sentido renovar contrato por mais um ano com um goleiro que teve a sua importância em algumas situações, mas que tudo indica que tem o ciclo mais perto do fim. Renovar o contrato de Douglas Borges é pensar pequeno.

Notícias relacionadas