Carlos Eduardo Sangenetto
21/07/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Vocês podem até não gostar do que vou dizer (há muito torcedor 100% passional por aqui – normal), mas a famosa “postura de time pequeno” do Botafogo nos últimos jogos tem me irritado bastante. Isso ficou ainda mais evidente na noite desta quinta-feira, no empate sem gols com o Atlético-PR, em Curitiba, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Amigos, o Jefferson começou a fazer cera nos primeiros tiros de meta na Arena da Baixada, ainda no princípio do primeiro tempo. Reconheço que quando o Gatito faz isso, principalmente na Libertadores, até me divirto, o cara tem a manha e manda muito bem. Mas ontem foi demais… E isso não se reserva a Jefferson, podemos lembrar também da catimba de Igor Rabello e Rodrigo Pimpão para recolocar a bola em jogo e da vagarosa caminhada de Roger ao ser substituído.

Anderson Daronco dá cartão amarelo para Jefferson em Atlético-PR x BotafogoDaronco exibe cartão amarelo após cera de Jefferson no fim do jogo (Foto: Reprodução/SporTV)

Prova disso são os efeitos que já podem ser sentidos. Arbitragem, adversários e imprensa reagiram ao antijogo praticado pelo Fogão. O árbitro Anderson Daronco chegou a dar 8 minutos de acréscimo no segundo tempo da partida contra o Furacão (2′ deles adicionais por causa da cera). O técnico do time paranaense, Fabiano Soares, disse aos jornalistas, após o empate, que o time de Jair Ventura “não quis e não deixava jogar”. Mas, talvez, o reflexo mais forte tenha vindo de uma das cabines de transmissão de TV.

– O Botafogo quer empatar em 0 a 0? Acha que é um bom resultado? Qual é a pretensão do time no campeonato? Uma vitória deixaria o Botafogo no G4, à frente do Flamengo – questionou o comentarista André Lofredo, do SporTV, aos 30′ do segundo tempo.

André Lofredo comenta o resultado de Atlético-PR 0 x 0 BotafogoAndré Lofredo transmitiu a partida com o narrador Linhares Júnior (Foto: Reprodução/SporTV)

Dava para sair de Curitiba com três pontos? É bem possível. Há limitação técnica e de elenco? Com certeza. A equipe atuou com um jogador a menos alguns minutos? Sim, também. Um ponto fora de casa é ruim? Não, é perfeitamente aceitável. Mas vocês acham que isso tudo justifica tal comportamento dentro campo? Sem cornetagem, abrindo apenas uma discussão mesmo.

A falta de “querer ganhar” me incomoda consideravelmente.
Não combina com a grandiosidade do Glorioso.

Feito o desabafo, bom fim de semana a todos.

Saudações alvinegras!

Anderson Daronco dá cartão amarelo para Rodrigo Pimpão em Atlético-PR x BotafogoRodrigo Pimpão também foi punido por retardar a partida (Foto: Reprodução/SporTV)