O Botafogo preferia Ricardo, chegou a cogitar Eduardo Barroca e Milton Cruz, mas o nome que está perto de ser o substituto de Alberto Valentim, que se despediu nesta quinta-feira rumo ao futebol da Arábia Saudita, é o de Marcos Paquetá.

Sem clube atualmente, Paquetá tem 59 anos e possui as seleções da Arábia Saudita e Líbia no currículo. Também no Oriente Médio, o profissional liderou as equipes do Al-HilalAl-GharafaAl-RayyanAl-Ittihad Al-Shabab. Sua principal conquista na carreira foi o título da Seleção Brasileira Sub-20, em 2003, quando tinha o goleiro Jefferson e o volante Dudu Cearense, atualmente no elenco alvinegro, como seus comandados.

O Boletim do C.E apurou que entre o Alvinegro e o profissional restam apenas detalhes para o acordo ser selado. Paquetá está dentro da realidade financeira do clube e seu salário será equivalente ao de Valentim (inferior a R$ 100 mil).