Carlos Eduardo Sangenetto
11/07/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Passada a heroica vitória do Botafogo sobre o Nacional-URU pela Libertadores e a viagem a Montevidéu pelo FOGÃONET, algumas histórias (foram muitas) acabam ficando, sem querer, pelo caminho. Mas não tem problema, a gente tem tempo e espaço por aqui. Uma delas parece boba, mas repercutiu bastante no país vizinho.

Imagens da transmissão de TV da partida no Gran Parque Central feitas pela Fox Sports exibiram torcedores com gorros do Peñarol na arquibancada destinada ao Botafogo. A suspeita inicial e que, naturalmente, inflamou os tricolores do Nacional-URU na internet era de que o flagrante se tratava de aurinegros infiltrados na tribuna apoiando o Fogão. Ledo engano…

Torcedores (hincha, hinchas, hinchada) do Botafogo com gorros do Peñarol no jogo contra o Nacional pela LibertadoresTorcedores do Fogão flagrados com gorros do Peñarol (Foto: Reprodução/Fox Sports)

A dupla focalizada pelas câmeras era botafoguense mesmo. Os amigos Bernardo Baptista e João Arantes compraram as peças do rival da capital para se proteger do frio, mas também rolou uma pitada do “tempero Libertadores”.

– A verdade é que a gente esqueceu de levar gorro para viagem, queríamos comprar um, e pensamos em comprar do Peñarol meio que para provocar, por ser rival – explicou Bernardo para o Boletim do C.E.

Postagem no Twitter sobre presença de gorros do Peñarol na torcida do BotafogoGorros do Peñarol esquentaram ainda mais a cabeça dos torcedores do Nacional:
“Lamentável, havia torcedores do Peñarol na torcida do Botafogo no Gran Parque Central. Sem palavras… Como os tempos mudaram… (Foto: Reprodução/Internet)

Antes de entrar no estádio, a recomendação era apenas de que não poderia fazer uso de nenhum item do rival, por medidas de segurança. Mas como não houve revista manual e muito menos o temido bafômetro, os gorros passaram com facilidade dentro dos bolsos dos casacos.

Fama no dia seguinte: fotos e xingamentos pelas ruas

Até aí, tudo bem. Os dois só se deram conta da fama que ganharam no dia seguinte à vitória por 1 a 0 do Glorioso. Em um passeio a Colônia do Sacramento, um torcedor do Nacional avisou que o rosto deles estava conhecido no país e, em outra oportunidade, xingamentos gratuitos foram proferidos na rua.

– O João estava em Colônia e um torcedor do Nacional foi falar com ele, lembrou da cara dele e disse que uma foto com a nossa cara estava marcada e circulando pela torcida deles. Na mesma hora uma torcedora do Peñarol pediu para tirar uma foto (risos). À noite, eu estava andando para um restaurante e um taxista passou me xingando, mas eu não estava com gorro dos caras e nem com camisa do Botafogo – contou Bernardo.

Moral da história: quando forem provocar, aguentem as consequências. Hahaha!
Representaram, galera! Libertadores é isso mesmo. Valem a brincadeira e a zoação na viagem. Estes dias foram bons demais. E vocês, curtiram? Ou acham o risco desnecessário? Deixem a opinião nos comentários abaixo.

Saudações alvinegras!

Torcedores (hincha, hinchas, hinchada) do Botafogo com gorros do Peñarol no jogo contra o Nacional pela LibertadoresBernardo e João com o gorro do Peñarol no Gran Parque Central (Fotos: Arquivo pessoal)