Carlos Eduardo Sangenetto
31/05/2017
Rio de Janeiro (RJ)

A Flapress, como é “carinhosamente” chamado o suposto favorecimento da grande mídia ao Flamengo, mexe com o imaginário dos torcedores domésticos de Botafogo, Vasco e Fluminense. Perseguição explícita, apenas uma estratégia comercial para atingir mais audiência ou pura coincidência? Acontece que, dias antes do clássico Flamengo x Botafogo, ainda com local indefinido (por que será?) no próximo domingo, as manchetes na imprensa colaboraram e tanto para as famosas teorias da conspiração.

Com o Flamengo eliminado da Libertadores e momentaneamente atrás do Fogão na classificação deste início de Brasileirão, segundo os conspiradores na internet, tumultuar a vida boa do Glorioso de General Severiano passa a ser um objetivo seríssimo. E não é que se dermos corda a tudo isso vamos encontrar uma sequência de conteúdos curiosos por aí?

Embarcamos nessa e separamos um top 6 de “supostas evidências” da ação da Flapress nos últimos dias em diferentes veículos de comunicação. Veremos abaixo a polêmica capa do Lance do dia seguinte à classificação do Botafogo sobre o Atlético Nacional e até uma notícia sobre o sumiço do corpo de Garrincha em um cemitério.

1 – A tal capa do Chororô
Lance! (19/05)

Tenho muito orgulho de ter trabalhado no Lance, foi o jornal que abriu as portas para mim na profissão e onde trabalhei por quase oito anos da minha vida profissional. Mas essa capa dificilmente será esquecida pelos alvinegros por um bom tempo. Para o torcedor botafoguense, ler a palavra “chororô” logo após uma classificação histórica, independentemente da intenção/inocência do capista, foi chato demais. Uma bola fora daquelas.

Capa do jornal Lance! revoltou botafoguenses por causa da palavra "chororô"

2 – Flamengo entra na briga por Sassá?
Globoesporte.com (30/05)

Sassá pode ter saído da linha algumas vezes e merecido a punição disciplinar da diretoria do Botafogo, mas apesar disso tudo, segue sendo o artilheiro do time na temporada. Mas ver a notícia que o cara pode trocar o Fogão pelo maior rival mexe com qualquer alvinegro, né? Ainda bem que isso já foi desmentido.

Interesse do Flamengo em Sassá

3 – Até Jefferson foi especulado ao vivo no Flamengo
Fox Sports (30/05)

Se já não bastasse “mexer” com o artilheiro do Fogão, que tal uma especulação ao vivo de que Jefferson, maior ídolo do clube no século, também tomasse o rumo do Ninho do Urubu? Foi o que aconteceu, também esta semana, ao vivo, no programa “Bom dia Fox”, durante comentários de Paulo Lima. Haja coração!

Jefferson é especulado no Flamengo

4 – Foto de Jair com Renato Gaúcho
Extra (30/05)

E a publicação desta foto da Revista Placar do técnico Jair ventura, quando criança, com Renato Gaúcho nos tempos de Flamengo? A matéria do Jornal Extra diz que o comandante do Fogão era flamenguista na infância e tentou tirar com seus ídolos rubro-negros em sua estreia como gandula no Maracanã. Vou deixar essa para vocês comentarem. É mole?

Jair Ventura e Renato Gaúcho

5 – O destaque para a polêmica de Montillo com torcedores
Globo.com (31/05)

Muitos aqui têm ideia de que a Globo.com é um dos maiores portais da internet brasileira e, por isso, carrega consigo uma audiência gigantesca no acessos à sua página principal. A resposta de Montillo aos internautas alvinegros, que o acusavam de “roubar” dinheiro do Botafogo por estar machucado, ganhou uma dos principais espaços da capa na noite desta terça-feira. Até minha mãe me perguntou hoje: “Filho, quem está roubando o Botafogo?”. Brabo, né? Hahaha!

Resposta de Montillo a torcedores no Instagram recebe grande destaque na Globo.com6 – O sumiço do corpo de Garrincha em cemitério
Extra (31/05)

A notícia do desaparecimento dos restos mortais de Garrincha, ídolo máximo do clube ao lado de Nilton Santos, no Cemitério de Raiz da Serra, em Magé, na Baixada Fluminense, abalou milhares de alvinegros nesta quarta-feira. A reportagem do Jornal Extra sobre o sumiço do corpo de Mané, inclusive, repercutiu internacionalmente, ganhando manchetes do “Marca” e “AS”, da Espanha, do “A Bola”, de Portugal, e do argentino “La Nación”. Um absurdo, né? Este, sem dúvida, é o exemplo mais delicado da lista, mas que perturba qualquer alvinegro, ah, isso perturba.

Sumiço do corpo de Garrincha em cemitério

E aí? O que vocês acham?
Realmente existe ou é fruto da imaginação dos torcedores?

Saudações alvinegras!