Carlos Eduardo Sangenetto
19/07/2017
Rio de Janeiro (RJ)

A torcida do Botafogo grita por um atacante há um bom tempo e a diretoria, paralelamente, trabalha dentro do possível para reforçar seu elenco para o segundo semestre da temporada, que conta com Brasileirão e as retas finais da Libertadores e Copa do Brasil. E no meio de dezenas de jogadores oferecidos ao Fogão, um deles conquistou o título de favorito dos dirigentes: o jovem argentino Juan Ignacio Dinenno.

Juan Ignacio Dinenno na mira do BotafogoDinneno foi um dos artilheiros do Campeonato Equatoriano pelo Deportivo Cuenca (Foto: Reprodução/Instagram)

Dinenno tem 22 anos, pertence ao Racing, mas estava emprestado ao Deportivo Cuenca, do Equador, onde foi o terceiro maior artilheiro da liga nacional, com 10 gols marcados – ele também tem dois tentos anotados pela Copa Sul-Americana. O Boletim do C.E apurou que o nome do atleta foi aprovado pela diretoria, recebeu aval da comissão técnica e segue em pauta para um possível acordo. O jovem, que já demonstrou interesse em jogar no Rio de Janeiro, viria por empréstimo de um ano, com opção de compra, e teria um salário na “casa dos três dígitos”.

A chegada de Brenner, do Internacional, envolvido numa troca com Camilo, não impediria o negócio de acontecer. O grande problema para que tudo se concretize é o tempo. O Botafogo precisa selar a contratação e inscrever a joia até quinta-feira, quando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) encerra o prazo de registro de estrangeiros no país.

 


(Os gols marcados na temporada 2017 no Equador)

(Golaço de voleio na Copa Sul-Americana, contra o Oriente Petrolero)

Com 1,86m de altura, Dinenno se destaca pelo jogo aéreo e pelo bom posicionamento dentro na grande área. Caso consiga reforçar o Glorioso, possivelmente seria titular na equipe do técnico Jair Ventura, substituindo ou fazendo parceria com o também atacante Roger. Além disso, devido a idade, o hermano teria a oportunidade de se valorizar com a camisa alvinegra e ganhar visibilidade para carreira no Brasil.

O que acharam, vale o investimento? Tem futuro?
Deem opiniões! Não há muito tempo. Bora, Fogão!
Saudações alvinegras!

Juan Ignacio Dinenno na mira do BotafogoDinenno defendeu o Temperley antes de ir para o futebol equatoriano (Foto: Divulgação)