Desde que a informação do “estágio” de Claiton com o técnico Alberto Valentim foi divulgada pelo repórter Fred Gomes, do Globoesporte.com, torcedores do Botafogo se revoltaram na internet com a possível presença do ex-jogador nas dependências do clube nos próximos dias. Críticas à diretoria foram feitas nas redes sociais (veja algumas no fim da matéria).

Pivô de uma saída conturbada do Fogão para o rival Flamengo no fim de 2006, o ex-volante, hoje com 40 anos de idade, apareceu no Estádio Nilton Santos nesta terça-feira para uma nova experiência que visa qualificar sua carreira como treinador.

O Boletim do C.E apurou que a passagem de Claiton pelas instalações alvinegras será curta, podendo nem se esticar até a próxima semana. Sem qualquer vínculo com o Botafogo, sua atividade consiste, basicamente, na observação de treinamentos e em algumas anotações sobre o trabalho de Valentim, que, naturalmente, desconhecia qualquer polêmica com os botafoguenses.

Claiton do Santos começou a carreira como técnico no Aimoré

Ex-Botafogo, Claiton começou carreira como técnico de futebol no Aimoré (Foto: Metta Assessoria/Divulgação)

Experiência como técnico e outros estágios de Claiton

Sem as famosas trancinhas, “Claiton dos Santos”, como é tratado atualmente, encerrou a carreira como atleta em 2013 no Alecrim (RN). Como treinador, comandou o Aimoré (2016) e o Cruzeiro (2017), ambos do Rio Grande do Sul, sua terra natal.

Na parte acadêmica, além de obter a licença B da CBF, dada aos profissionais que desejam atuar como treinador em equipes de base, o gaúcho coleciona “estágios” com Dunga, no Internacional, Roger Machado, no Grêmio, e Paulo Autuori, no Atlético-PR.