Preocupado com o assédio de outros clubes ao zagueiro argentino Joel Carli, o Botafogo planeja não só prolongar o contrato por mais um ano, até o fim de 2018, como também dobrar a multa rescisória. Hoje, essa multa está em R$ 8 milhões para clubes brasileiros, segundo informações da Rádio Globo.

Em entrevista à rádio, o empresário de Carli, Diogo Martins, voltou a negar qualquer contato do Flamengo pelo zagueiro alvinegro:

– Foi uma surpresa, não fomos procurados por ninguém do Flamengo, nem oficialmente nem extra-oficialmente. Essa história que surgiu na internet não se concretizou. Conversamos sobre um outro jogador, mas não foi mencionado nada em relação ao Carli, até porque ele tem contrato até dezembro de 2017 e temos a intenção de cumprir esse contrato. O jogador está feliz no Botafogo.

Fonte: Rádio Globo