O Botafogo faz um 2019 para se esquecer, e a eliminação para o Juventude, atualmente na terceira divisão, na Copa do Brasil aumenta o alerta dentro do clube.

A equipe treinada por Zé Ricardo perdeu por 2 a 1 na última quinta-feira (11), em Caxias do Sul, e despediu-se do torneio eliminatório. Resultado péssimo que coloca ainda mais pressão sobre o treinador alvinegro e indica uma temporada das piores em toda a história do Alvinegro.

Levando em consideração as temporadas 2002 e 2014, que marcaram os rebaixamentos do Botafogo para a segunda divisão, a equipe atual tem resultados piores no geral.

Até o momento, o Botafogo de 2019 ficou em oitavo na classificação geral do Campeonato Carioca – longe de chegar ao menos nas semifinais – e caiu na terceira fase da Copa do Brasil. Levando em conta que o Campeonato Brasileiro ainda está para começar, hoje o Alvinegro só tem a Copa Sul-Americana no calendário.

Em 2002, ano que marcou o primeiro rebaixamento, a equipe de General Severiano ficou na quinta posição no estadual e chegou às oitavas de final da Copa do Brasil. Já em 2014, a colocação no Carioca foi pior: o time ficou apenas em 9º, mas atuou na maioria dos jogos com um time reserva enquanto disputava a Libertadores – onde seria eliminado na fase de grupos. Na Copa do Brasil, chegou ao menos nas quartas de final.

O retrospecto do Botafogo em 2019 abre espaço para o torcedor alvinegro já se preparar para o pior.

Fonte: Goal.com