A diretoria do Botafogo compareceu em peso ao treinamento deste sábado, no campo anexo do Engenhão. Mas nem mesmo a presença do alto escalão da diretoria inibiu os jogadores, que cumpriram sua promessa e protestaram contra os salários atrasados, como haviam decidido na noite da última sexta-feira.

Estiveram presentes o presidente Maurício Assumpção, o vice-presidente geral Paulo Mendes, o vice de futebol Chico Fonseca e o gerente executivo de futebol Aníbal Rouxinol Segundo. Mesmo assim, os jogadores subiram ao gramado pouco depois das 9h, horário marcado para a atividade e protestaram.

Jogadores e membros da comissão técnica sentaram em cadeiras ao lado do gramado e ficaram apenas conversando, sem fazer qualquer tipo de atividade por dez minutos – 20min  a menos do que era previsto inicialmente. Após o protesto os jogadores levantaram e deram início à movimentação.

Em conversa com a reportagem, um dos líderes do elenco revelou que o treino deste domingo, inicialmente marcado para às 9h, foi cancelado após reunião entre jogadores e comissão técnica, que juntos chegaram a essa decisão. Além disso, o protesto que ocorreu neste sábado será repetido também na segunda e terça-feira, véspera da partida contra o União Española-CHI, pela Libertadores.

Se não houvesse a partida, inclusive, os jogadores tinham como objetivo estender a greve de domingo ao longo da semana, mas por conta do importante jogo, todos acharam melhor se restringir à atual programação. Segundo os atletas, a diretoria só pagou o mês de janeiro quando foi pressionada pelo grupo de forma mais intensa e por isso a tática foi repetida.

Além disso, o elenco não vê com bons olhos a negociação com Emerson Sheik. Para os jogadores, o Botafogo deve pensar em manter os salários em dia antes de buscar reforços no mercado. Em conversa com a reportagem, um dos líderes disse que esse fato foi o que motivou o estopim para a greve.

Em meio ao clima tenso, o Botafogo vive importante momento na Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o Alvinegro poderá garantir a primeira colocação com uma rodada de antecedência. Para isso, basta vencer o União Española-CHI, no Maracanã, nesta quarta-feira, às19h45.

Fonte: UOL