SIDÃO: 4,5
Não passou qualquer segurança. Espalmou chutes fáceis, errou em saídas do gol e foi facilmente vencido nos dois gols

LUIS RICARDO: 5,0
Teve trabalho com William Pottker e ficou preso à marcação. Pouco atacou

RENAN FONSECA: 5,0
Teve muitas dificuldades com Roger. Não conseguiu diminuir o espaço de Pottker no primeiro gol

EMERSON: 5,5
Tem mais velocidade e categoria do que o companheiro, mas de pouco valeu. Levou cartão amarelo

DIOGO: 5,0
A disposição para atacar e buscar jogadas contrasta com o espaço que deixa na zaga. Penou com Rhayner

AIRTON: 6,5
Melhor jogador do Botafogo, marcou, sofreu muitas faltas e tentou jogar

BRUNO SILVA: 5,0
Só correu e marcou. Com a bola nos pés, pouco fez

FERNANDES: 4,0
Nem parece que entrou em campo. Discreto, não marcou nem deu sequência às jogadas

CAMILO: 5,5
Difícil jogar sozinho. Muito bem marcado, acertou passes e cruzamentos, mas não houve quem desse sequência

NEILTON: 5,0
De atuação de gala contra o Palmeiras a muitos erros e jogo discreto. Pouco efetivo

CANALES: Sem nota
Deslocou o ombro no início, tentou ficar, mas foi substituído.

VINICIUS: 5,5
O Tanque correu, lutou, brigou, fez faltas, finalizou. Pelo menos não se omitiu

LEANDRO: 5,0
Entrou para dar qualidade ao meio. Bem na distribuição, mas ainda sem ritmo

DUDU CEARENSE: 5,0
Pouco foi notado em campo. Não manteve o nível de Airton

RICARDO GOMES: 5,0
Seu time levou um nó da Ponte Preta. O Botafogo não conseguiu jogar e foi presa fácil

Fonte: Redação FogãoNET