JEFFERSON – 7,5
Salvou o gol de empate que seria de Grolli, de cabeça, com uma defesa espetacular.

EDILSON – 3,0
Errou muito nas bolas paradas e nos chutes a gol. Não se omite do jogo, mas hoje errou 90% do que tentou.

BOLÍVAR – 6,0
Bem no jogo e no combate às (poucas) investidas da Chapecoense.

ANDRÉ BAHIA – 5,5
Fez um bom jogo, mas fez a “linha-burra” no lance em que Grolli quase empatou.

JÚNIOR CÉSAR – 3,0
Mal, errou muito. Definitivamente não está bem.

AIRTON – 6,5
Foi bem mais uma vez na proteção à zaga, é um leão na marcação. Saiu cansado.

BOLATTI – 5,5
Entrou no lugar de Airton para ajudar na marcação e cumpriu bem sua função.

GABRIEL – 6,0
Foi bem melhor que no jogo contra o Figueirense, se ateve à marcação e não se arriscou na frente. Fez o feijão-com-arroz.

DANIEL – 4,5
Precisa participar mais, tem qualidade, mas às vezes desliga do jogo. Foi substituído com uma lesão misteriosa.

YURI MAMUTE – 5,0
Substituiu Daniel e não participou tanto do jogo, tocou pouco na bola.

RAMÍREZ – 7,5
Melhor em campo, marcou um belo gol e participou do jogo o tempo todo. Teve sua melhor atuação com a camisa alvinegra.

ZEBALLOS – 4,0
Errou mais do que acertou.

SIDNEY – 6,0
Entrou para dar mais combate no meio-de-campo e mostrou qualidades.

FERREYRA – 4,0
Mais uma vez não foi bem. Não segurou as bolas na frente e cometeu muitos erros de passe e domínio de bola.

VAGNER MANCINI – 5,5
Com o que tem em mãos, armou o time certo, e fez bem em colocar Bolatti e Sidney para segurar o jogo – Airton saiu cansado.

Fonte: Redação FogãoNET