A diretoria do Botafogo negocia com a Viton 44 uma renovação antecipada do contrato de patrocínio que poderia adiantar recursos para o clube saldar seus débitos até o fim do ano. A renovação seria por três anos e o grosso do dinheiro seria antecipado por uma outra empresa – que receberia da Viton ao longo do contrato. A informação é do blog “Bastidores FC”, do Globoesporte.com.

O blog afirma que esse eventual acordo traria dois problemas: primeiro, poderia comprometer uma fonte de recursos do próximo presidente – que será eleito neste ano para o próximo triênio. O segundo é a polêmica que poderia causar, já que o patrocínio da Viton 44 é aquele que prevê pagamento de comissão para a Romar, empresa dos familiares do presidente Maurício Assumpção.

Fonte: Redação FogãoNET