O Botafogo contratou Bolívar no começo deste ano na expectativa de ganhar mais força defensiva. O objetivo foi alcançado, o respeito passou a ser maior e o time chega na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro ainda com chances de terminar entre os quatro primeiros colocados e se classificar para a Taça Libertadores.

Por isso, as partes estão em negociação. O empresário Neco Cirne, inclusive, esteve no Rio de Janeiro nesta semana. A expectativa do jogador é de que haja alguma definição sobre o caso até o fim desta semana.

– Vamos ver. Alguma coisa boa deve acontecer até o fim da semana. Estamos torcendo para que tenha um desfecho legal – afirmou Bolívar, de 33 anos.

Uma das divergências era com relação ao tempo de contrato. Bolívar pediu dois anos e o Botafogo ofereceu um. A esperança é por um acordo. O zagueiro acredita que o Botafogo começará 2014 mais respeitado depois da campanha deste ano.

– Pelo ano que teve, o respeito vai mudar. O Internacional era assim. Todo ano começava como um dos candidatos ao título. Essa sequência positiva que a gente conseguiu vai ajudar – explicou o zagueiro.

Além de Bolívar, o Botafogo tem outros jogadores importantes em fim de contrato. O lateral-direito Edílson e os atacantes Elias e Bruno Mendes terminam seus vínculos no dia 31 de dezembro.

Fonte: Globoesporte.com