CAMISA BONITA, FUTEBOL HORRÍVEL: BOTAFOGO PERDE PARA O BAHIA E CAI PARA PENÚLTIMO

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Pedro Raul e Rentería - Botafogo x Bahia - Campeonato Brasileiro 2020
Vitor Silva/Botafogo

Na estreia da nova (e linda) camisa e da numeração fixa, o Botafogo mostrou um futebol horrível e foi superado pelo agora ex-lanterna Bahia por 2 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, em jogo adiado da primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso acumulou o 9º jogo seguido sem vitória, caiu para a penúltima colocação com 11 pontos e está à frente apenas do Goiás, que tem três jogos a menos. A situação preocupa – e muito!

O Botafogo fez um primeiro tempo pavoroso – para dizer o mínimo. Mesmo diante do lanterninha do campeonato, encontrou gigantes dificuldades na criação e deu apenas quatro finalizações, todas sem perigo. O Bahia, por sua vez, levava perigo. Aos 15 minutos, Clayson fez ótima jogada pela esquerda e Diego Cavalieri se antecipou a Gilberto, evitando a finalização.

Além de não conseguir criar nada, o Glorioso também encontrou problemas nas bolas paradas. Aos 22 minutos, após cruzamento de muito longe, Ernando cabeceou para o chão e Diego Cavalieri fez uma dificílima defesa. No fim, o Bahia foi premiado pela superioridade: novo cruzamento da direita e Gilberto testou forte para fazer 1 a 0.

Insatisfeito com o desempenho ruim no primeiro tempo, o técnico Paulo Autuori fez três trocas no intervalo e colocou Barrandeguy, Rhuan e Matheus Babi em campo. Mas quem chegou perigo de novo foi o Bahia: aos 7 minutos, Clayson enfiou e Eric Ramires, de cara para o gol, chutou por cima e perdeu a chance de dobrar a vantagem.

O Botafogo, enfim, passou a criar mais. Aos 12, Barrandeguy jogou na área, Rafael Forster cabeceou e Douglas fez boa defesa. Quatro minutos depois, uma chance claríssima e preciosa foi desperdiçada: Rentería cruzou da direita e Matheus Babi, livre na pequena área, se jogou e escorou errado, para fora.

Na base do desespero, o Botafogo tentou seguir atacando e teve mais uma chance para empatar: Rhuan rolou da esquerda para o centro e Rentería chegou chutando prensado, para fora. Aí o Bahia foi lá e castigou: Juninho Capixaba cruzou da esquerda e Élber fez 2 a 0. Nos acréscimos, Pedro Raul ainda descontou para o Botafogo, mas a reação parou por aí: Bahia 2 a 1.

Próximos jogos

O Botafogo segue no Rio de Janeiro e enfrenta o Fluminense no próximo domingo, às 11h, no Estádio Nilton Santos, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois, novamente em casa, recebe o Palmeiras, na próxima quarta-feira, às 21h30.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 BAHIA

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 30/09/2020 – 21h30
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento (DF)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Victor Luis e Barrandeguy (BOT); Juninho Capixaba, Marco Antônio e Rossi (BAH)
Cartões vermelhos: Barrandeguy 50’/2ºT (BOT)
Gols: Gilberto 42’/1ºT (0-1), Élber 39’/2ºT (0-2) e Pedro Raul 45’/2ºT (1-2)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kanu, Rafael Forster e Sousa (Davi Araújo – Intervalo ); Kevin (Barrandeguy – Intervalo), Rentería (Warley 40’/2ºT), Caio Alexandre, Bruno Nazário (Matheus Babi 11’/2ºT) e Victor Luis; Kalou (Rhuan – Intervalo) e Pedro Raul – Técnico: Paulo Autuori.

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Elias (Daniel 22’/2ºT), Gregore, Eric Ramires (Rossi 14’/2ºT) e Clayson (Élber 22’/2ºT); Marco Antônio (Ronaldo 14’/2ºT) e Gilberto (Saldanha 29’/2ºT) – Técnico: Mano Menezes.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas