Substituto de Elvis, Lulinha contribuiu com um gol e uma assistência (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

Substituto de Elvis, Lulinha contribuiu com um gol e uma assistência (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

O Botafogo segue líder da Série B. Diante do Mogi Mirim, lanterna da competição, o Alvinegro não teve dificuldades e derrotou a equipe paulista por 3 a 0, se mantendo na ponta da competição. Logo atrás do Glorioso, com os mesmos 16 pontos, mas perdendo no critério de desempate está o Náutico.

Na próxima rodada, o Alvinegro enfrenta a equipe do Oeste, na terça-feira, às 21h50, fora de casa, em Osasco. Já o Mogi recebe o Vitória, no sábado, em duelo que acontece às 16 horas.

O JOGO

Diante do lanterna da competição, o Botafogo iniciou a partida pressionando, querendo se impor como líder da Série B. Porém, o Alvinegro errava bastante nas conclusões e no último passo. Os cariocas conseguiam pressionar, mas sem criar grandes oportunidades.

A primeira vez que o Glorioso chegou com perigo na partida foi aos 29 minutos. Daniel Carvalhou deu belo passe para Pimpão. O atacante recebeu dentro da área, passou pela marcação de Hygor e chutou na rede pelo lado de fora.

Na segunda chance que teve, o artilheiro do Botafogo na Série B não deu bobeira. Daniel Carvalho deu belo passe para Lulinha, o meia colocou na frente e tocou cruzado para Pimpão só completar para o fundo das redes da equipe paulista.

A única oportunidade que o Mogi teve na primeira etapa foi no último momento do duelo. Depois de cobrança de escanteio, a bola se ofereceu para Henrique. O jogador da equipe paulista dominou com tranquilidade, se posicionou, mas finalizou muito mal e a bola acabou indo para fora, bem longe do gol de Jefferson.

Com Luiz Ricardo no lugar de Pedro Rosa, o Botafogo voltou acelerado para o segundo tempo e praticamente decidiu o confronto em sete minutos. Primeiro, Bill aproveitou confusão na área, após escanteio para fazer o segundo. Logo depois, Lulinha completou bela jogada coletiva do ataque do Glorioso para fazer 3 a 0 no Nilton Santos.

Com a vantagem, o Botafogo continuou pressionando, porém sem caprichar tanto e abusando um pouco nas jogadas individuais. Muitas chances foram criadas, mas a bola não voltou a entrar. Porém, o resultado já era ótimo para o líder alvinegro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 0 MOGI MIRIM

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Henrique Salmazio (MS)
Auxiliares: Sérgio Alexandre da Silva (MS) e Cícero de Souza (MS)
Renda e público: R$ 138,390.00 / 7.838 pagantes / 8.779 presentes
Cartões amarelos: Lulinha (BOT); Magal (MOG)
Gols: Rodrigo Pimpão 42’/1ºT (1-0), Bill 2’/2ºT (2-0) e Lulinha 9’/2ºT (3-0)

BOTAFOGO: Renan; Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Pedro Rosa (Luis Ricardo – intervalo); Diego Giaretta e Camacho; Lulinha, Daniel Carvalho (Tomas 12’/2ºT) e Rodrigo Pimpão; Bill (Vinicius Tanque 27’/2ºT) – Técnico: René Simões.

MOGI MIRIM: Daniel; Valdir (Henrique Motta 10’/1ºT), Alex Morais, Wagner e Leonardo; Magal, Hygor (Dunguinha 21’/2ºT), Jonathan Almeida e Gustavo; Geovane e Junior Juazeiro (Matheus Ortigoza 20’/2ºT) – Técnico: Ailton Silva.

Fonte: O Dia Online