Botafogo pedirá à Comissão Nacional árbitros experientes para os próximos jogos

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O bom relacionamento do presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, com as entidades que comandam o futebol brasileiro tem evitado que o clube faça críticas públicas aos árbitros que trabalham em seus jogos. Porém, o clube vai solicitar à Comissão Nacional de Árbitros que profissionais experientes sejam escalados em seus jogos na Série B do Campeonato Brasileiro. Os botafoguenses entendem que alguns erros custaram pontos importantes, como na derrota de 1 a 0 para o Ceará, na noite de terça-feira, que aconteceu graças a um pênalti inexistente anotado pelo árbitro Diego Almeida Real (RS).

No lance do pênalti, ficou tão claro que o jogador cearense simulou a queda que o goleiro Jefferson chegou a reclamar de forma veemente com Diego. A indignação do arqueiro, que ainda levou um cartão amarelo pela suposta falta, chamou a atenção do trio de arbitragem. Depois da partida, o quarto árbitro, representando os demais, foi ao vestiário do Glorioso reconhecer o erro.

“Foi triste porque queríamos a vitória, mas fica também a indignação. Eu não sou muito de falar da arbitragem, mas hoje, com certeza, ela interferiu no resultado. Todos viram que não foi pênalti e uma marcação assim desestabiliza qualquer equipe. De maneira nenhuma toquei no jogador. Todo mundo viu o lance, tanto que o jogador deu o tapa na bola, e ela foi parar na bandeirinha. Veio cavando e caiu em cima de mim. Já fui com a mão levantada. O quarto árbitro mesmo foi lá no vestiário e disse que o árbitro reconheceu que não foi pênalti. Hoje os atacantes vão driblar o goleiro para cair e não para fazer o gol. É muito difícil o atacante tentar o drible. Os árbitros devem ficar mais atentos”, disse Jefferson em entrevista ao site oficial do Botafogo.

Dispostos a mostrar que não estão jogando a responsabilidade na arbitragem, os jogadores alvinegros preferiram não polemizar. “Eu não gosto de ficar falando de arbitragem, mesmo com um pênalti inexistente tendo decidido o jogo. Mas não podemos colocar a culpa somente nisso, pois não jogamos bem. Não estivemos em uma boa noite e acabamos pagando um preço muito caro por conta disso. Agora temos que levantar a cabeça e procurar pontuar na próxima rodada, nos aproximando dos nossos objetivos”, afirmou o meia Daniel Carvalho.

Na conversa com a CBF, Carlos Eduardo Pereira vai lembrar ainda o empate por 2 a 2 com o Sampaio Corrêa, onde os dois gols maranhenses saíram de irregularidades. O time carioca perdeu três pontos que hoje o deixariam em situação ainda mais confortável na tabela de classificação.

Dentro de campo, o Botafogo começa, nesta quinta-feira, a preparação para o duelo contra o Náutico, no próximo sábado, às 17h30 (de Brasília), na Arena Pernambuco, em Recife (PE), pela 32ª rodada da Série B. Para este jogo, o atacante Neilton, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Ceará, vai cumprir suspensão. Sassá surge como a opção mais provável para substituir o jogador. Nesta quinta-feira, o elenco treina na parte da tarde.

Notícias relacionadas