O último balanço financeiro divulgado pelo Botafogo mostrou também o percentual que pertence ao clube entre todos os 88 atletas com contratos profissionais assinados – ou seja, acima dos 16 anos. E o cenário deixado pela gestão anterior é assustador: apenas três pertencem em sua totalidade ao Alvinegro – segundo o blog ‘Um Facho de Luz’, do portal ‘GloboEsporte’.

Os jogadores que ainda tem 100% dos direitos econômicos ligados ao clube de General Severiano são o goleiro Helton Leite e o volante Marcelo Mattos, que está perto de rescindir, além do jovem arqueiro Victor Hugo, que era titular do sub-17 ano passado e foi promovido para os juniores em janeiro ao estourar a idade de juvenil – ele costuma ser o reserva imediato de Saulo na posição.

Entre os principais nomes, chama a atenção o fato de Jefferson e Gilberto não terem nenhuma porcentagem pertencente ao clube. Se vendidos, nenhum centavo entraria nos cofres alvinegros. Essa ‘fatiação’ se deu na administração de Maurício Assumpção, que usava o passe dos atletas como garantia em empréstimos em instituições financeiras e empresários.

Por sorte do atual presidente Carlos Eduardo Pereira, algumas das principais promessas do clube não foram fatiadas. O Glorioso detém 90% de Luís Henrique, grande destaque da Copa do Brasil Sub-17 com 14 gols em dez jogos – que já estreou na categoria de cima nesta quarta-feira pelo Brasileirão Sub-20. O meio-campista Fernandes, já nos profissionais, tem 80% do passe ligado ao clube.

Outros destaques da base também ainda pertencem em sua maior parte ao Bota: os juniores Diego (lateral, 80%), Dierson (volante, 80%), Emerson (zagueiro, 80%), Arruda (volante, 70%), Gustavo (meia, 80%), Leandro (meia, 70%), Lucas Campos (meia, 80%), Lukinhas (meia, 82%), Pachú (atacante, 80%), Lima (meia, 90%), Mauro (meia, 80%), Vinícius Tanque (atacante, 85%) e Yuri (lateral, 80%). Entre outros destaques da Copa do Brasil Sub-17, o Fogão detém 80% do atacante Amílcar, dos laterais Fernando e Jordan, do volante Rickson e do meia Mateus Jorge, assim como 70% do volante Matheus Fernandes e dos meias Ion e Wenderson.

Fonte: FutNet